Banner P3 728x90

Banner P3 728x90

STF liberou Moreira Franco com os mesmos argumentos que barrou Lula, diz advogado

A decisão do ministro Celso de Mello, de manter a nomeação do ministro Moreira Franco, negando provimento a mandados de segurança movidos pelo PSOL e pela Rede Sustentabilidade, que questionaram o desvio de finalidade da nomeação, por entenderem que a transformação da Secretaria-Geral da Presidência da República em Ministério visava conferir a Moreira Franco, citado na Lava Jato, o foro privilegiado, foi criticada pelo advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas redes sociais.

Em sua conta no Facebook, o advogado Cristiano Zanin Martins reclamou que os argumentos acatados por Celso de Mello na decisão desta terça-feira são os mesmos que apresentou na defesa de Lula, mas que não foram suficientes para evitar que o mesmo STF suspendesse a nomeação do ex-presidente para o Ministério da Casa Civil de Dilma Rousseff, em março do ano passado.

“Os fundamentos da decisão proferida pelo ministro Celso de Melo são exatamente os mesmos que apresentamos na defesa levada ao STF para derrubar a liminar concedida pelo ministro Gilmar Mendes para impedir que o ex-presidente Lula se tornasse Ministro de Estado. Até mesmo a legitimidade de partido político para questionar o ato foi colocada em dúvida na decisão proferida hoje. É o lawfare ficando cada dia mais claro”, postou o advogado que acusa a Justiça de perseguir seu cliente.

Fonte: Paraná Portal

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis