P3 Midia

P3 Midia

Novo golpe do WhatsApp já atingiu mais de 260 mil brasileiros em 2017

Um novo golpe do WhatsApp já atingiu mais de 260 mil pessoas desde o primeiro dia de 2017, segundo a empresa de segurança digital PSafe. Segundo a empresa, o golpe consiste em oferecer ao usuário a possibilidade de ativar uma nova função do aplicativo para visualizar as pessoas que adicionaram seu número recentemente. Antes de ter acesso a essa informação, é solicitado o compartilhamento do link contendo um vírus com 10 amigos e em 5 grupos diferentes.

A partir disso, o usuário é direcionado a uma página que induz a instalação de outros aplicativos, que podem conter o vírus que vai afetar o celular. A cada novo aplicativo baixado pelo usuário o hacker ganha dinheiro. Assim, os usuários apenas divulgam o golpe e são induzidos a instalar apps.

A fraude afeta apenas os smartphones com sistema Android no Brasil. Os hackers querem lucrar com o download dos aplicativos que os usuários baixam e o vírus se espalha para mais e mais pessoas.

Para não se tornar uma vítima de ciberataques, especialistas em Segurança da PSafe alertam para que os usuários instalem e mantenham um antivírus atualizado. "Ter um antivírus instalado no celular é fundamental para se prevenir das ameaças existentes no mundo virtual", afirmam.

Além disso, os usuários devem evitar clicar em links vindos por mensagens, considerando que nos últimos meses, muitas tentativas de golpes ocorreram via links maliciosos enviados por amigos no WhatsApp. Utilize também apenas redes protegidas com senha, já que redes sem proteção permitem aos hackers um potencial acesso mais fácil.

A assessoria do WhatsApp afirma que não pode comentar o caso, mas que não usa “aplicativo para enviar mensagens para seus usuários e trabalha cuidadosamente para reduzir as mensagens indesejadas que chegam por meio de seu sistema”.

O WhatsApp recomenda bloquear o remetente, desconsiderar a mensagem e apagá-la. E para evitar mais danos, nunca compartilhe esse tipo de mensagem suspeita oferecendo serviços inéditos.

Veja como aparece a mensagem no smartphone:


Fonte: Infomoney

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis