Por 200 votos a 70, PT Ceará decide não ter candidato ao Senado e apoiará a reeleição de Eunício

Por 200 votos a 70, o Partido dos Trabalhadores (PT) no Ceará decidiu não indicar nome ao Senado Federal nas eleições deste ano. Durante o Encontro Estadual de Tática Eleitoral da sigla para decidir estratégia da legenda no Estado, os delegados da base do partido decidiram não indicar candidato para compor chapa com o governador Camilo Santana (PT).

Apesar da pressão feita por integrantes do grupo petista de manutenção da vaga atualmente ocupada por José Pimentel, ampla maioria votou por não ter postulante a senador. O petista lamentou a decisão, argumentando que ela enfraquece a possível campanha de Lula para a Presidência da República.

Antes de a decisão ser cravada, o deputado estadual Elmano de Freitas (PT) disse acreditar na indicação de candidatura pelo partido ao Senado. O vereador Guilherme Sampaio (PT) saiu em defesa de José Pimentel e criticou aliança com Eunício Oliveira (MDB). Por outro lado, o presidente estadual da sigla, Moisés Braz, já contava a vitória como certa. 

A decisão fortalece e favorece a aliança entre Camilo Santana e Eunício Oliveira (MDB). Em entrevista ao O POVO Online, o governador destacou importância de outras legendas em sua base aliada e disse ser “tendência natural” que ele apoie reeleição de Eunício Oliveira (MDB) ao Senado. 

Fonte: O Povo

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis