Crato (CE): Polícia investiga se corpo encontrado em floresta é da jovem Rayane

A Polícia Civil investiga se um corpo encontrado na Floresta Nacional do Araripe, na Região do Cariri, é o de uma jovem desaparecida há dois anos da cidade do Crato, interior do Ceará. A polícia suspeita que Rayane Alves Machado tenha sido morta pelo ex-companheiro, que está preso.

Segundo o delegado Luiz Eduardo Costa, um exame de DNA será realizado para identificar se os a ossada encontrada é da cearense. O corpo e alguns objetos foram localizados por moradores em um trecho da floresta na cidade de Nova Olinda. Os restos mortais foram levados para exame na Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).

"Tomamos as medidas de coleta do material genético para que seja realizada a comparação e o exame de DNA. Isso irá confirmar se são ou não os restos mortais da Rayane", comentou o delegado. O prazo para conclusão da perícia é de 30 dias.

Falta de notícias
Enquanto o resultado não é divulgado, a mãe da cearense, Antonina Alves, diz que continua com o sofrimento por não saber notícias sobre o paradeiro da filha.

"A gente não chega a acreditar, mas vamos ficar sabendo daqui a 30 dias. É só sofrimento e muita tristeza no coração. É uma revolta porque a gente não sabe onde ela tá ou o que fizeram", disse.

Conforme a polícia, a jovem desapareceu no dia 19 de março de 2016. Testemunhas relataram que ela foi levado pelo ex-namorado para a cidade de Belém do São Francisco, no estado do Pernambuco. No local, ela teria sido morta à facadas e o corpo jogado em um rio, segundo a polícia.

Três meses depois, o homem foi preso suspeito do crime. Ele, porém, negou que tivesse matado Rayane.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis