Caririaçu tem a quarta maior chuva do ano, diz Funceme

Foto meramente ilustrativa
A cidade de Caririaçu, na Região do Cariri do Ceará, registrou nas últimas 24 horas a quarta maior chuva de 2018, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

De acordo com o órgão choveu 134 milímetros entre as 7 horas de domingo (1º) e 7 horas desta segunda-feira (2). A maior precipitação do ano até esta segunda-feira havia sido em Mauriti, Região do Cariri com 150 milímetros. Em seguida Milagres, também no Cariri, com 148 milímetros. E semana passada Quixeré registrou 135 milímetros.

Ceará teve chuva em pelo menos 128 dos 184 municípios nesta segunda-feira. Além de Caririaçu, houve boas precipitações em Várzea Alegre (114 mm), Granjeiro (109 mm) e Lavras da Mangabeira (90 mm).

Em Fortaleza, a Funceme contabilizou 10 milímetros desde meia-noite.

Conforme a Funceme, uma Zona de Convergência Intertropical - banda de nuvens que circunda a faixa equatorial do globo terrestre, formada pela confluência dos ventos alísios do hemisfério norte com os ventos alísios do hemisfério sul - propicia a formação de chuva na região.

Pior março em volume de chuva desde 2013
O Ceará teve um volume de chuva de 120 milímetros acumulado em março, 40% abaixo da média histórica (203 milímetros) e o pior volume para o mês desde 2013, quando o volume havia sido de 78 milímetros, segundo a Funceme. O dados de março deste ano são parciais e podem ser revisados.

Neste ano, os dias mais chuvosos de março ocorreram no início e fim do mês; entre os dias 4 e 22, as chuvas foram poucas, com média de menos de cinco milímetros no Ceará.

Em janeiro deste ano, as chuvas já haviam ficado abaixo da média histórica. Já em fevereiro o volume ficou 55% acima da média histórica.

Nove açudes atingem 100% da capacidade
Com as chuvas acumuladas dos últimos dez dias, sobe para nove o número de açudes no estado que estão com 100% da capacidade. O açude Maranguapinho, localizado no município de Maranguape sangrou no início desta semana, segundo dados da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

Os açudes que estão com 100% de sua capacidade são:
  • Maranguapinho, em Maranguape
  • Acaraú Mirim, em Massapê
  • Caldeirões, em Saboeiro
  • Itaúna, na cidade de Granja
  • Tucunduba, em Senador Sá
  • Cocó, na capital
  • Germinal, no município de Palmácia
  • Tijuquinha, em Baturité
  • Colina, na cidade de Quiterianópolis
  • Onze açudes do Ceará estão com capacidade acima de 90%
Situação dos principais açudes
Os maiores açudes do Ceará, no entanto, seguem em situação crítica. O Castanhão, principal reservatório a abastecer a Grande Fortaleza, tem apenas 3,91% da capacidade máxima. Já o Orós, segundo maior açude do estado, tem 6,30% do volume máximo.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis