P3 Midia

P3 Midia

7 dicas para driblar o medo de avião

Para quem tem medo de avião, não adianta apresentar estatísticas. Nem sobre como o avião é o segundo transporte mais seguro que existe (só perde para o elevador, principalmente com crianças!); ou dar aulas de física provando por A + B que voar não depende de sorte nem feitiçaria. Afinal, quem tem medo, tem medo e pronto! A seguir, algumas dicas que podem ser muito úteis para a sua próxima viagem:

1. Informe-se!
Em geral, a principal causa do medo de avião é a falta de informação. Mais do que conhecer as leis da física que sustentam o avião é útil saber que às vezes os motores diminuem durante a viagem (o que não significa que a turbina parou), que é supernormal a asa do avião balançar (o que não significa que ela está se soltando) e que as turbulências são causadas por mudanças de temperatura, pressão ou velocidade ao se passar por dentro de uma nuvem e que o avião está preparado para se ajustar a isso (o que não significa que o avião vai cair a qualquer momento!).

2. Prepare-se para a viagem
O ideal é usar roupas confortáveis, chegar com antecedência, ter os documentos e as passagens organizados e à mão. Evite qualquer situação que possa deixá-lo ainda mais ansioso. Ao embarcar, caminhe pela aeronave para se familiarizar com o ambiente.

3. Sente-se no corredor 
Se você tem medo de avião, nem pense em se sentar na janela. Você já sabe que a asa do avião balança (pois eu já contei!), portanto, pra que jogar lenha na fogueira, não é mesmo? Além disso, você terá mais mobilidade para se levantar, esticar as pernas e dar alguns passos pela aeronave para aliviar a tensão e também para evitar a trombose venosa.

4. Puxe conversa 
Se você estiver viajando acompanhado, provavelmente o seu companheiro já sabe sobre o medo de avião. Se não souber, ele vai perceber, certo? Então conte logo de uma vez e deixe claro que uma boa conversa será útil em mantê-lo distraído e mais tranquilo. Se estiver viajando sozinho, observe se o passageiro da poltrona ao lado é receptivo a um bate-papo. Em caso positivo, além de trocar experiências, você ainda pode fazer um amigo!

5. Mantenha-se ocupado 
Se o papo com o vizinho de poltrona não render (ou se você não é do tipo que gosta de conversar com estranhos), tenha um plano B. Leve livros, revistas ou palavras cruzadas na bagagem de mão. O importante é manter a mente ocupada, até mesmo com informações para mantê-la assim.

6. Não se assuste com barulhos
Em geral, as viagens de avião são silenciosas, mas lembre-se de que isso não é uma regra. Você pode ouvir os sinais de pessoas chamando os comissários (não, isso não é um sinal de alerta!) e pode perceber alterações do barulho das turbinas (de novo: elas não estão parando!). O pouso e a decolagem são os momentos mais barulhentos, pois nessas horas a aeronave recolhe ou libera o trem de pouso – e é claro que essa parte mecânica do sistema vai fazer algum barulho.)

7. Evite bebidas alcoólicas e a automedicação 
Ao contrário do que você vai ouvir de 99,99% dos seus amigos, tomar todas no voo não vai ajudar a acabar com seu medo de avião – e apelar para aquele comprimidinho também não é uma boa ideia, a menos que você tenha conversado com seu médico antes. Se você realmente tiver fobia de andar de avião e não tiver outra opção para sua viagem (dependendo do destino, muita gente prefere ir de carro, de ônibus ou de navio, por exemplo!), pode ser que o médico indique algum medicamento. Em outras situações, seja firme e experimente primeiro as dicas acima. Sobre as bebidas alcoólicas, o perigo está no fato de que a pressão dentro da aeronave acelera os efeitos do álcool – já pensou nos problemas que você pode ter se chegar totalmente bêbado ao seu destino? De passar uma vergonha numa viagem de negócios a se perder num aeroporto desconhecido… Melhor deixar a garrafinha fechada.

Fonte: Seleções

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis