Banner P3 728x90

Banner P3 728x90

Crato (CE): Lula recebe título doutor Honoris Causa da URCA e discursa para mais de 15 mil pessoas

Foto: Samuel Pinheiro/Blog Cariri
O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), visitou nesta quarta-feira, 30, seis cidades das regiões Centro-Sul e Sul do Ceará. As visitas integram a caravana que o petista realiza pelo Nordeste brasileiro. Este é o segundo e último dia em solo cearense. Até agora, já foram sete estados visitados.

Ontem, dia 29, Lula esteve nos municípios de Quixeré, Limoeiro do Norte, Morada Nova e Quixadá. Já na noite desta quarta-feira, após atraso de quase quatro horas do horário inicialmente previsto, Lula chegou a cidade do Crato, no Cariri, onde foi recepcionado por uma multidão estimada em 15 mil pessoas, no estacionamento do Centro de Convenções do Cariri. O líder político esteve acompanhado do Governador do Estado, Camilo Santana (PT), além de outras autoridades políticas.

Antes de proferir o discurso político, Lula foi agraciado com três títulos: a Comenda Bárbara de Alencar, Título de cidadão Cratense e o título de Doutor Honoris Causa, concedido pela Universidade Regional do Cariri (URCA). Em 31 anos de fundação, Lula é apenas o terceiro a receber tal comenda pela URCA. “Emocionado”, Lula citou seus inúmeros títulos recebidos desta magnitude e lamentou não ter conseguido receber das mãos da ex-reitoria da Universidade e professora já falecida, Violeta Arraes de Alencar Gervaiseau, a qual solicitou o título ao ex-presidente.

O reitor da Universidade Regional do Cariri (URCA), José Patrício Pereira Melo, ao entregar a comenda ao petista, disse que “Lula é o nordestino que deu certo” e destacou que “o ex-presidente construiu caminhos de uma sociedade mais digna e igualitária”.

Foto: Samuel Pinheiro/Blog Cariri
Educação
“Já tenho mais títulos de Doutor Honoris Causa do que todos os ex-presidente juntos. Isso é motivo de muito orgulho para mim, é um mostra do reconhecimento por tudo que fizemos por esse país durante os meus mandatos. Esse título, em especifico, me traz um gosto especial, pois é concedido por uma Universidade genuinamente nordestina. A educação, inclusive, foi uma das bandeiras que mais batalhei para avançar nesse país. Em 12 anos, por exemplo, abrimos mais de 420 escolas técnicas, sem mencionar aqui as diversas Universidades criadas”, disse o ex-presidente e agora Doutor da URCA. Na caravana pelo Nordeste, Lula recebeu a mesma comenda nos estados de Alagoas e Sergipe.

Discurso
Recuperando-se de um problema na garganta, Lula foi breve em seu discurso, com duração de pouco mais de 15 minutos. Apesar do diminuto tempo, o ex-presidente fez questão de elencar as políticas implementadas ao longo de seus dois governos (2003 a 2010) responsáveis, segundo ele, “por tirar 36 milhões de brasileiros da miséria”. Em Quixadá, na última terça, Lula disse que poderia se candidatar à presidência do Brasil e, ontem, reforçou a promessa, embora tenha feito questão de ressaltar que o ato não se trata de campanha política. O discurso inflamou a multidão, formada em sua maioria por lideranças sindicais, trabalhadores rurais e membros de caravanas vindo de vários Estados do país. Antes e após o discurso, o povo entoou o grito de “Lula, guerreiro, do povo brasileiro”.

O petista criticou o atual governo do presidente Michel Temer (PMDB) o qual ele avalia ser o responsável por “retirar os direitos que o povo conquistou durante o governo do PT”. Lula fez duras críticas a redução da projeção do salário mínimo que entrará em vigor a partir de 1º de janeiro do próximo ano e lamentou as privatizações, ao citar a Casa das Moedas. “É um absurdo”, pontuou. Ao citar os avanços sociais, o ex-presidente lembrou que o Nordeste passou a crescer mais rápido que o resto do país, “justamente porque o pobre passou a poder consumir mais”.

Foto: Samuel Pinheiro/Blog Cariri
No encerramento, Lula se desculpou pelo atraso e pediu ao povo para não “perderem as esperanças”. “Quero me desculpar pelo horário. Estava previsto para hoje dois discursos, mas esse já é o sétimo que eu faço. Por onde a caravana passava, seja em cidades ou distritos, o povo nos parava. E é com essa força, vinda do povo, que eu sigo pelo Nordeste. Não devemos perder as esperanças. Minha vida toda eu sonhei em ver o Nordeste fora das páginas de desgraças dos jornais. E conseguimos. Temos que sonhar com o ‘quase impossível’ para conquistar o possível”, finalizou o petista, ao citar exemplos de obras importantes, como a Transposição do Rio São Francisco e a construção de 1,4 milhão de cisternas ao longo dos governos petistas.

O Governador Camilo Santana discursou antes do ex-presidente. O chefe do executivo destacou que “Lula foi o político que mais olhou com atenção e carinho para o menos favorecidos” e ressaltou os avanços conquistados no Brasil ao longo do governo petista. O ato contou com a presença de 13 prefeitos da região do Cariri, além dos Deputados Dr. Santana, José Guimarães, Luiziane Lins, Elmano Freitas, Moisés Brás e o Senador Pimentel. O titular da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Inácio Arruda também esteve presente, ao lado de outros secretários.

ANDRÉ COSTA
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis