Banner P3 728x90

Banner P3 728x90

Edital para obras do trecho da Transposição do rio São Francisco no CE sai dia 1º de fevereiro

Com obras paralisadas desde o ano passado, o trecho Norte da Transposição das águas do Rio São Francisco, entre Cabrobó (PE) e o reservatório de Jati (CE), deve ser retomado no próximo mês de março, segundo afirmou nesta quinta-feira (26) o governador do Estado, Camilo Santana. Segundo ele, o edital que definirá o responsável pelo trecho será lançado no próximo dia 1º de fevereiro.

"Estive reunido com o ministro (da Integração, Helder Barbalho) e ele assumiu o compromisso de esse edital sair no início de fevereiro. Se não houver questionamentos jurídicos, a previsão é que as obras sejam retomadas em março", ressaltou o  governador, durante o Seminário Internacional de Políticas Públicas Inovadoras para Cidades, promovido pela Prefeitura de Fortaleza, no Marina Park Hotel.

Operação
Ainda segundo Camilo, a operação do trecho Leste da Transposição já deve ser iniciada em breve, provavelmente março, beneficiando o estado da Paraíba. Com isso, ele diz que se reuniu com o ministro Helder Barbalho para saber como será o papel dos demais estados beneficiados no futuro.

"Em 2005, os estados se comprometeram a custear a operação do São Francisco. Como um trecho vai começar a funcionar agora, queremos saber de quem será a responsabilidade desses custos, como se dará a operação, qual a instituição responsável, etc. Reiniciamos todas essas conversas e ficamos de fazer uma nova discussão no dia 15 de fevereiro para definir as regras do São Francisco", esclareceu Camilo.

Imbróglio
Até a última quarta-feira (18), a retomada das obras de Transposição das águas do São Francisco, no trecho Norte, seguia sem data definida. No último dia 15, inclusive, se encerrou o prazo dado pelo ministro Helder Barbalho para a divulgação do edital para contratação da empresa responsável pela continuação dos trabalhos no local, abandonados no ano passado pela construtora Mendes Júnior.

O Ministério até chegou a elaborar o edital, mas a peça foi impugnada pela Controladoria Geral da União (CGU), o órgão de controle interno do governo federal. Segundo o deputado federal Danilo Forte, no Ministério, há uma grande procura pelo edital, de empresas especializadas, fato que deve dificultar ainda mais um fechamento de contrato. “A grande busca de empresas significa que vai haver disputa pela obra. E isso gera recursos que devem atrasar ainda mais a retomada”, lembrou.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis