Eleições 2016: Rommel Feijó não poderá ser candidato a prefeitura de Barbalha

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou, nessa terça-feira (9) o agravo de instrumento promovido pela defesa do ex-deputado Rommel Feijó e manteve a condenação que lhe foi imposta pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região. Com isso, Rommel continua inelegível.

A decisão foi da ministra relatora Regina Helena Costa. Rommel, em 2014 já havia sido condenado pela Justiça Federal do Ceará a 7 a anos e 6 meses por envolvimento na “Máfia dos Sanguessugas”, por desvio de recursos públicos do Ministério da Saúde. Ele também perdeu os direitos políticos por cinco anos por ato de improbidade administrativa.

Nesta quarta-feira foi divulgado nas redes sociais que Rommel teria sido absolvido. A decisão será publicada nesta sexta-feira.

Fonte: Ceará Agora

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis