Camilo Santana sanciona lei que cria auxílio mensal para catadores de materiais recicláveis

O projeto de lei enviado pelo Executivo cearense e aprovado pela Assembleia Legislativa criando o auxílio mensal a catadores de materiais recicláveis foi sancionado nesta segunda-feira (3) pelo governador Camilo Santana. Cada trabalhador inscrito no projeto terá direito ao benefício no valor de 25% de um salário mínimo, conforme declarou o chefe do Executivo estadual.

“É um auxílio para esses trabalhadores que fazem um papel importantíssimo na coleta de lixo aqui no Estado. Vamos dar um auxílio mensal, que vai valer até o final do ano, de 1/4 de um salário mínimo. Queremos que até o final do mês já recebam o primeiro auxílio. É mais um programa social de acolhimento e apoio”, destacou Camilo.

O governador ainda relembrou outras medidas assistenciais adotadas pelo Governo do Ceará em meio à pandemia para ajudar famílias mais carentes, como os programas de pagamento da conta de energia, água e esgoto, antecipação do crédito do Cartão Mais Infância, cartão-alimentação para alunos da rede estadual de educação, distribuição do vale-gás, entre outras iniciativas.

Indicadores
O Ceará continua registrando números alentadores no tocante à diminuição da força da pandemia. “A taxa de ocupação no Ceará está em 68% dos leitos de UTI e 37% de enfermaria. Os indicadores têm mostrado diminuição de casos e óbitos em todas as regiões. A taxa de positividade hoje é de 34,59% – chegamos a ter 80% dos casos testados como positivos. Isso mostra a diminuição da circulação do vírus aqui”, comemorou Camilo.

Mesmo com esses dados animadores, o governador segue pedindo a compreensão da população para não esmorecer nos cuidados. “Tenho visto imagens de aglomerações, principalmente nos finais de semana. Nós não voltamos à normalidade. Essas restrições não são só no Ceará, são no mundo inteiro. É fundamental o uso da máscara como forma de prevenção” reforçou.

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário