Transporte intermunicipal e urbano será retomado em Juazeiro do Norte com adoção de medidas sanitárias

Mesmo com a preocupação de especialistas e o alerta para o crescimento dos casos da Covid-19 no interior do Estado, o transporte intermunicipal de passageiros será retomado, na próxima sexta-feira (10), no Ceará. Na região do Cariri, o aumento diário de casos é um desafio extra às empresas, que estão se preparando para o retorno cumprindo os protocolos sanitários.

Seguindo as recomendações do Estado, o serviço em Juazeiro do Norte deve voltar a operar de forma gradual com 30% da frota, obedecendo ao protocolo de medidas sanitárias. Conforme o decreto, a atividade só será autorizada se viabilizar a medição da temperatura dos passageiros antes do embarque, proibindo a viagem de quem estiver com temperatura igual ou superior 37,8°C.

Além disso, o embarque só acontece com o uso obrigatório de máscaras de proteção pelos passageiros e demais tripulantes. As empresas devem ainda promover a limpeza e desinfecção obrigatórias dos veículos antes e ao término de cada viagem, priorizar a venda de passagens pela internet ou meios digitais e impedir o transporte de passageiros em pé no veículo, durante todo o trajeto.

O serviço também deverá instalar medidas para o cumprimento do distanciamento mínimo nos terminais de embarque e desembarque, como a demarcação da distância de dois metros nesses locais e ainda disponibilizar álcool gel 70% aos passageiros, junto a informações sanitárias sobre higienização e cuidados para a prevenção da Covid-19. 

O gerente da Auto Viação Metropolitana, a Via Metro, na região do Cariri, José Cláudio Maia, garante que será cumprido o que foi decretado pelo Estado e Município. A empresa é responsável pelo transporte urbano em Juazeiro do Norte e, também, intermunicipal com os municípios vizinhos de Crato, Barbalha e Missão Velha. 

Limitação
Com a frota reduzida em 30%, em Juazeiro do Norte só circularão as quatro principais linhas: Centro/Novo Juazeiro, Centro/São José, Centro/Parque São Geraldo/Frei Damião e Aeroporto/Parque Antônio Vieira.

A partir da próxima segunda-feira (13), a expectativa é que o número de veículos se amplie em 50%.

“Estamos prontos. A higienização acontece três vezes ao dia, implantamos isolamento entre motoristas, cobradores e usuários através de barreiras plásticas e fornecemos EPI’s para todos os colaboradores, além de álcool em gel para os passageiros”, conta Cláudio.

Além disso, os próprios funcionários estão passando por aferição de temperatura nas garagens da empresa, que também contratou um químico para produzir uma solução para desinfectar o ônibus que não cause danos à saúde dos passageiros.

“Temos feito coisas além do pedido (nos decretos)”, garante. José pede que, neste retorno, os usuários possam aderir ao cartão de vale-transporte, que evita o uso de dinheiro, que pode transmitir micróbios. 

Antes da pandemia, 30 mil pessoas circulavam por dia nos ônibus da Via Metro no Cariri. Destes, 18 mil nas linhas intermunicipais e 12 mil nas rotas urbanas dentro da cidade de Juazeiro do Norte. Em maio, o serviço foi retomado por uma semana, mas voltou a ser suspendido no dia 16 a partir de alteração no decreto municipal. Neste período que rodou, o número de usuários chegou a cerca de dois mil.

“Essa retomada vai ser gradativa. Para chegar próximo do que a gente operou vai demorar um pouco”, acredita José Cláudio.  

Tarifa
Para tentar recuperar os passageiros, a empresa está com uma promoção neste retorno, diminuindo a passagem entre Juazeiro do Norte e Missão Velha de R$ 4,80 para R$ 3. “É uma nova normalidade e resolveu adotar esse valor, entendendo que muita gente ficou desempregada”, justifica o gerente da Via Metro. Já entre Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato, o ticket segue R$ 2,70. Enquanto o transporte urbano permanece R$ 2,45. 

A Expresso Guabanara, responsável pelo maior número de rotas intermunicipais no interior do Ceará, informou que também retomará suas operações nesta sexta-feira. Nesse momento, será disponibilizado o serviço interligando Fortaleza às seguintes cidades: Juazeiro do Norte, Crato, Farias Brito, Várzea Alegre, Missão Velha, Brejo Santo, Cedro, Mangabeira, Acopiara, Russas, Icó, Mombaça, Mineirolândia, Quixeramobim, Quixadá, Tianguá, Ubajara, Viçosa do Ceará, Itapajé, Quatiguaba e Frecheirinha.   

Em nota, a empresa informou que todos os protocolos e orientações das autoridades de saúde já estão sendo cumpridos desde o último mês de abril, quando retomou o transporte interestadual.

“Entre as medidas adotadas estão: aferição da temperatura dos passageiros antes do embarque, disponibilização de álcool em gel, sanitização rigorosa dos veículos, renovação do sistema de ar condicionado por minuto, comunicado aos passageiros sobre a exigência do uso da máscara, utilização de equipamentos de proteção individual pelos colaboradores, venda de passagens por aplicativo ou site, exigência aos restaurantes onde os ônibus fazem paradas de elaboração e cumprimento de um plano de contingência com ações em conformidade com as determinações da vigilância sanitária, frequência reduzida de viagens, entre outras”, explicou.  

Fiscalização 
O diretor do Departamento Municipal de Trânsito de Juazeiro do Norte (Demutran), Pedro Cipriano, disse que o órgão sentará hoje (9) com as autoridades sanitárias para definir detalhes sobre a fiscalização. Porém, adiantou que a equipe será dividida nos principais terminais para ter o maior controle do cumprimento destas regras. “Vamos orientar os agentes e reforçar o uso obrigatório de máscaras e o distanciamento”, conta. 

Em entrevista, ao Sistema Verdes Mares, o presidente da Agência Reguladora do Estado do Ceará (Arce), Hélio Leitão, disse que serão intensificadas a fiscalização, “principalmente nos embarques e no decorrer do trajeto”. As empresas de ônibus e terminais que descumprirem as determinações do decreto estadual estarão sujeitos a multa e, em casos mais graves, proibição de funcionamento.  

Por Antonio Rodrigues

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário