Grupos de tradição de Barbalha recebem cestas básicas arrecadadas em 'live das Solteironas'

Por conta da pandemia da Covid-19, a “Noite das Solteironas”, tradição que antecede a abertura da Festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio, em Barbalha, foi realizada através de uma transmissão on-line, no último dia 30 de maio, para arrecadar alimentos, kits de higiene e máscaras. Ao todo, 65 grupos de tradição do Município, prejudicados pelo adiamento da celebração do padroeiro, serão beneficiados com o material arrecadado no evento. A entrega dos itens começou nesta sexta-feira (19). 

Em três horas e meia de transmissão, com participação do músico Fábio Carneirinho, foi possível montar pouco mais de 400 cestas básicas com os alimentos doados, que serão entregues aos longo desta e da próxima semana. 

A criadora da “Noite das Solteironas”, a advogada Socorro Luna, 66, conhecida como a “solteirona mais famosa do Brasil”, festejou o volume de alimentos arrecadados. “Foi uma bênção. As pessoas brasileiras são solidárias. Teve até pessoas de outros países doando”, agradece.

Para ela, o trabalho foi muito importante, pois, é justamente o período da Festa de Santo Antônio, que aconteceria entre 31 de maio e 13 de junho, a época mais importante para os grupos folclóricos do Município. “É quando arrecadam seu dinheirinho para se manterem e este ano não teve seu desfile”, lamenta. 

Líder da Lapinha Santa Terezinha, a mestre Fátima Trajano ressaltou a importância da doação neste período de pandemia da Covid-19. “É muita coisa. Esse tempo tem muitas despesas de alimentação, higiene. A gente agradece essa ação bonita. Chegou em boa hora. Amanhã vamos entregar para as famílias”, antecipa. Outras entregas serão organizadas.  

Tradição 
A “Noite das Solteironas”, há 21 anos, antecede o dia do hasteamento do pau da bandeira. A manifestação popular ficou conhecida por unir diversas simpatias voltadas ao santo para as mulheres conseguirem um casamento. Tem a pinga Xô Caritó, o pó cata-marido e um kit com a casca da madeira do pau da bandeira, uma oração e uma fitinha escrita: “Santo Antônio, tens piedade de nós, as solteironas”. Da casca, é feito um chá servido gratuitamente para quem quer subir ao altar.

Sem puder aglomerar pessoas, Socorro teve a ideia de exibir as simpatias para todo Brasil através da internet. A transmissão contou com quase 19 mil visualizações no YouTube.  

Por Antonio Rodrigues

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário