Covid-19: Ceará atinge menor taxa de transmissão, mas isolamento social é fundamental para frear avanço do vírus

As medidas restritivas adotadas pelo Governo do Ceará, somadas aos cuidados da população, fizeram o Estado atingir a menor taxa de transmissão do novo coronavírus desde o início da pandemia, há cerca de três meses. Conforme dados da plataforma IntegraSUS, a taxa de reprodução efetiva (Rt) chegou a 0,73 nesta semana e assim se mantém até esta quinta-feira (18). O índice é animador, já que pode indicar uma contenção da Covid-19, segundo aponta boletim técnico da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa).

Na Capital, epicentro da doença no território cearense, o índice é o menor dentre as regiões de saúde. De acordo com dados coletados na plataforma, a Capital tem taxa de transmissão de 0,82. Cariri, Litoral Leste/Jaguaribe e Sertão Central têm taxa em torno de 1. A região de Sobral completa a lista com 0,93.

Apesar da perspectiva otimista em relação à desaceleração da doença, a secretária executiva de Vigilância e Regulação da Sesa, Magda Almeida, pede que a população mantenha os cuidados de prevenção contra a doença. “Já conseguimos baixar essa taxa para menos de 1, mas não temos como obter uma resposta definitiva, vai depender muito da adesão das pessoas ao isolamento e às medidas restritivas. O isolamento social é que é preponderante para que esse número permaneça baixo e possamos reduzir a velocidade da epidemia”, explicou.

Queda na transmissão
O ápice da transmissão da doença no Estado ocorreu em meados de março, quando o Rt ultrapassou 2. Desde o último dia 31 de maio, a taxa de reprodução efetiva da Covid-19 no Ceará está abaixo de 1. O dado foi levado em conta para a execução do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais, que é composto por quatro etapas e foi iniciado no último dia 1º de junho.

Dezoito dias após o início da retomada, o Rt segue decrescente. Atualmente, o Ceará registra 87,2 mil casos de Covid-19. Na Capital, estão concentrados cerca de 32 mil casos da doença. Os números são desta quinta-feira (18), obtidos na plataforma IntegraSUS.

Testagem da população
O Ceará já realizou 205,5 mil testes para detectar a doença. O Estado é considerado o que mais testa sua população no País. Neste mês, profissionais da saúde começaram a aplicar 9,9 mil testes rápidos na população da Capital. A iniciativa, em parceria com a Prefeitura de Fortaleza, integra a maior pesquisa epidemiológica do Brasil. Nesta quinta-feira, mais 900 testes começaram a ser aplicados na população de Sobral para avaliar o impacto do coronavírus na cidade.

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário