Rejeição a Bolsonaro bate recorde, revela pesquisa Datafolha

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira, 28, mostra que a rejeição ao presidente Jair Bolsonaro cresceu, mas a sua base de apoiadores fiéis, de um terço do eleitorado, se manteve. A consulta foi feita entre os dias 24 e 26 de maio e já captou os reflexos da divulgação do vídeo da polêmica reunião ministerial de 22 de abril na qual o presidente distribuiu palavrões e anuncia que iria interferir em órgãos do governo.

Segundo o levantamento, 43% dos brasileiros consideram o governo ruim ou péssimo – este número era de 38% na pesquisa anterior, de 27 de abril. A variação na avaliação negativa ocorre além da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A aprovação segue estável, com os mesmos 33% do levantamento anterior. O percentual que considera o governo regular oscilou de 26% para 22%.

As maiores avaliações positivas (ótimo ou bom) ocorrem entre quem ganha mais de dez salários mínimos (42%), empresários (56%) e moradores das regiões Centro-Oeste e Norte (37%). Já as maiores reprovações se dão entre quem tem ensino superior (56%), estudantes (65%) e moradores do Nordeste (48%).

A população se mostrou dividida ao ser questionado se Bolsonaro ainda tem capacidade para governar o país: 52% disseram que não (era 49% no levantamento anterior) e 45% disseram que sim (também era 45% na pesquisa de abril).

Fonte: Veja

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário