Blitz educativa e debate sobre violência contra a mulher acontece durante essa semana no Cariri

Além de acolhimento, justiça e reparação, a violência contra a mulher também passa por uma mudança de cultura que pode ser reforçada através de ações educativas. Com o objetivo de conscientizar a população sobre o assunto, a Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), por meio da Secretaria Executiva de Políticas para as Mulheres, realiza, entre os dias 5 e 7 de fevereiro, a ação “Cariri pela Vida das Mulheres – Basta de Feminicídio e Violência”, nos municípios de Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha.

A Unidade Móvel de Enfrentamento à Violência contra a Mulher da SPS prestará serviços nos três municípios, levando atendimento com rodas de conversa com a população. A equipe da SPS realiza também encaminhamentos para a rede de enfrentamento à violência contra a mulher e contará com o apoio e a parceria do CREAS Regional, do Centro de Referência da Mulher, dos CRAS, do Núcleo de Enfrentamento à Violência contra a Mulher / Defensoria Pública (Nudem). Além disso, haverá atendimento em saúde, serviços de beleza e atividades culturais.

“Temos ações permanentes com nossas unidades móveis e estamos ampliando a rede de atendimento às mulheres em situação de violência com a construção das Casas da Mulher Cearense. Esta ação quer mostrar às mulheres, que elas têm onde buscar apoio e ajuda e que não toleramos a violência contra a mulher”, destaca a titular da SPS, Socorro França.

Em parceria com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), através do Grupo de Apoio a Vítimas de Violência (GAVV), e com as prefeituras municipais de Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha, a SPS realiza, no dia 7, a Blitz Cariri pela Vida das Mulheres, em Juazeiro do Norte, onde haverá distribuição de material gráfico e abordagem educativa. “O Cariri é uma das regiões com maiores índices de violência contra mulheres e também de feminicídios. Com esta ação, trabalhamos algo essencial: a prevenção. É necessário investirmos cada vez mais na antiviolência, levando informação para as mulheres, reforçando a confiança na Rede de Atendimento às Mulheres e desconstruindo a cultura machista na sociedade”, destaca Silvia Cavalleire, coordenadora de Articulação Regional de Políticas para Mulheres da SPS.

Programação

5 de fevereiro (quarta-feira)

• 8h às 17h: Unidade Móvel de Enfrentamento à Violência contra a Mulher

◦ Local: Praça Dirceu Figueiredo, s/n (Praça da Prefeitura) – Juazeiro do Norte

◦ Serviços: atendimento com assistente social e psicóloga; serviços do CREAS Regional, do Centro de Referência da Mulher e do Núcleo de Enfrentamento à Violência contra a Mulher / Defensoria Pública (Nudem); atendimento em saúde; serviços de beleza.

6 de fevereiro (quinta-feira)

• 8h às 17h: Unidade Móvel de Enfrentamento à Violência contra a Mulher

◦ Local 1: Praça Siqueira Campos – Crato

◦ Serviços: atendimento com assistente social e psicóloga; serviços do CREAS Regional, do CRAS e do Centro de Referência da Mulher; atendimento em saúde; serviços de beleza; atividade cultural com as Mulheres do Coco da Batateiras – Mestra Edith.

◦ Local 2: Distrito de Ponta da Serra – Crato

◦ Serviços: atendimento com assistente social e psicóloga; serviços do CREAS Regional, do CRAS e do Centro de Referência da Mulher; atendimento em saúde.

7 de fevereiro (sexta-feira)

• 8h: Blitz Cariri pela Vida das Mulheres

◦ Local: Praça do Giradouro e Av. Padre Cícero – Juazeiro do Norte

◦ Serviços: distribuição de material gráfico e abordagem educativa; Grupo de Apoio a Vítimas de Violência / SSPDS (GAVV); atendimento com assistente social e psicóloga pela Unidade Móvel de Enfrentamento à Violência contra a Mulher.

• 13h30 às 17h: Unidade Móvel de Enfrentamento à Violência contra a Mulher

◦ Local 1: Praça Engenheiro Dória (Praça da Estação) – Barbalha

◦ Serviços: atendimento com assistente social e psicóloga; serviços do CREAS Regional, do CRAS; ações em articulação com a rede de enfrentamento à violência local.

◦ Local 2: Praça da Igreja, bairro Malvinas – Barbalha

◦ Serviços: atendimento com assistente social e psicóloga; serviços do CREAS Regional, do CRAS; ações em articulação com a rede de enfrentamento à violência local.

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário