Planejamento Regional em Saúde discute estratégias para 45 municípios do Cariri

Cerca de 250 gestores da Saúde da Macrorregião do Cariri estiveram reunidos na 2ª Oficina do Planejamento Regional em Saúde, que conta com a participação de técnicos, coordenadores regionais e secretários de saúde de 45 municípios do Estado. O secretário-executivo de vigilância e regulação, Marcos Gadelha, ressaltou a importância de diálogo entre os municípios para a integração da Redes de Atenção à Saúde (RAS).

“Muitas vezes o trabalho acontece de forma fragmentada, o município fazendo a parte dele na Atenção Primária e o Estado na Atenção Especializada. E no final das contas o paciente precisa de atenção integral. Então, se o paciente for encaminhado para um serviço de atenção básica e precisar migrar para um serviço de atenção terciária, esse fluxo tem que ser contínuo e ininterrupto. Esse processo só acontece se nós, Estado, Município e União trabalharmos juntos, planejarmos juntos, para termos objetivos comuns e a partir daí oferta dentro daquilo que a gente definiu”, destaca o secretário-executivo.

Planejamento
Durante a oficina, os participantes discutiram o cenário assistencial e as RAS relacionando qualidade e resolutividade dos serviços de saúde, como consultas especializadas, exames de apoio ao diagnóstico, cirurgias eletivas, terapias especializadas, internações das unidades de urgência, entre outros serviços de saúde.

Próximo encontro
A terceira etapa acontecerá também em Juazeiro do Norte, nos dias 5 e 6 de dezembro, tendo em vista a elaboração de um Plano de Ação para a Região do Cariri, considerando as ações assistenciais e a solução de problemas identificados durante o Planejamento Regional em Saúde.

Assessoria de Imprensa/Governo do Estado

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Addthis