No Dia Nacional da Cultura, Governo do Ceará convoca concursados da Secult

O Ceará celebrou o Dia Nacional da Cultura, 5 de novembro, com a convocação dos concursados da Secretaria da Cultura do Estado e lançamento do Plano de Gestão 2019-2022 de Cultura, na manhã desta terça-feira, no Palácio da Abolição. Com grande presença de agentes culturais, o momento foi de comemorar a chegada de novos concursados, que foram cumprimentados pela vice-governadora Izolda Cela, representando o governador Camilo Santana; pelo secretário-chefe da Casa Civil, Élcio Batista; e pelo secretário da Cultura do Estado, Fabiano Piúba.

A vice-governadora Izolda Cela aproveitou o momento para saudar os concursados – são 102 vagas abertas neste que é o primeiro concurso da pasta, criada em 1966. “Desejo boa sorte e tenho percepção que o serviço público tem uma tarefa agregada que é o resgate da integridade, da seriedade perante a sociedade. Chegando à Secult, vocês irão agregar muito e vamos ver no Ceará muitas histórias felizes, com certeza”, comentou.

Concurso Público
Passos importantes foram dados, com a realização do primeiro Concurso Público para a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), em cumprimento à lei do Plano Estadual de Cultura, aprovado em 2016. Os 102 aprovados no primeiro concurso público da história da Secult foram convocados, conforme anunciou o governador Camilo Santana, em setembro deste ano, durante bate-papo com a população pelo Facebook e Instagram. O edital de convocação do concurso já está disponível no site da Secult.

Nos seus 53 anos de existência, esse foi o primeiro concurso público realizado pela Secult para a contratação de servidores de carreira. “A Secretaria da Cultura do Estado é a mais antiga do Brasil, nunca teve um concurso e eu assumi o compromisso de fazer o concurso público e fizemos. São 102 profissionais e por sugestão do próprio secretário (da Cultura) Fabiano Piúba, a gente vai aproveitar o Dia Nacional da Cultura, 5 de novembro, para poder convocar os nossos primeiros concursados da Secretaria da Cultura do Estado”, comunicou o governador Camilo durante o bate-papo com a população pela internet.

Com a convocação, a Secult ganha o aporte de 55 analistas de cultura, 17 bibliotecários, dez historiadores, oito analistas de patrimônio, quatro arquivistas, quatro museólogos, dois antropólogos e dois sociólogos.

Com informações da Assessoria de Imprensa/Governo do Estado

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Addthis