Biometria pode ser feita até 2020, mas há risco de título ser cancelado, diz TRE

Os eleitores que não conseguirem realizar o cadastro biométrico até o dia 29 de novembro deste ano, prazo oficial para recadastramento na Capital cearense, terão que procurar um posto de atendimento do TRE-CE para fazer o recadastramento imediatamente, pois corre o risco de cancelamento do título. A informação foi divulgada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE), na noite desta quarta-feira (20).

Segundo o órgão, o prazo nacional para o fechamento do cadastro biométrico é dia 6 de maio de 2020, período em que o Tribunal encerra os procedimentos eleitorais para se preparar para a eleição. 

Quem fez a biometria até o dia 29 não correrá risco de ter o título cancelado. Porém, os que não puderem comparecer dentro do prazo precisam resolver a pendência eleitoral imediatamente. 

"Após o final do prazo (29 de novembro), o TRE concluirá o procedimento de revisão do eleitorado com coleta de dados biométricos e até a finalização desse ato formal, os títulos não serão cancelados. Porém, quem não conseguir cadastrar a biometria dentro do prazo deve procurar atendimento o mais rápido possível para evitar o cancelamento iminente", esclarece o órgão.

Punições
Caso o eleitor tenha o título cancelado, ficará impedido de votar, candidatar-se, inscrever-se ou receber o Bolsa Família, tomar posse em cargo público, emitir passaporte, fazer matrícula em instituições públicas de ensino, receber salários (se for servidor público) e contrair empréstimos em bancos oficiais.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Addthis