Estudantes implantam sistema de aquaponia em comunidade de Barbalha

Cultivar peixes e hortaliças no mesmo sistema, de forma que uma produção alimente a outra: esse é o objetivo da aquaponia, uma forma de cultivo que está sendo implantada por estudantes do campus de Crato do IFCE na comunidade do Sítio Barro Vermelho, em Barbalha. Eles fazem parte da equipe Enactus da instituição, formada para incentivar o empoderamento e o empreendedorismo social em comunidades.

Na aquaponia, as produções são interligadas por uma bomba de água. Ricos em nutrientes, os dejetos produzidos pelos peixes alimentam as plantas, que filtram a água utilizada no cultivo dos peixes. "O projeto se encaixa nos três pilares da sustentabilidade: social, econômico e ambiental. Vai ser um ciclo totalmente reciclado, com a economia de água e de adubo para as hortaliças", explica Fabiana Costa, uma das integrantes do projeto.

Além de evitar o desperdício de água, a forma de cultivo é de fácil manejo e pode ajudar a gerar renda para os produtores, entre outros benefícios, como explica a estudante: "As pessoas envolvidas no projeto podem fazer economia, trocando a carne pelo peixe que produzirem. A aquaponia também facilita o acesso a hortaliças, que contribuem para uma alimentação saudável. Quando a produção aumentar, eles poderão ter uma renda extra".

Segundo Fabiana, onze famílias estão sendo beneficiadas pelo projeto, que já promoveu capacitações sobre o manejo da produção e construiu a estrutura de um sistema comunitário. Agora, o momento é de colocar em prática o que foi aprendido durante os cursos. O objetivo é que, no futuro, a aquaponia implantada no Sítio Barro Vermelho contribua para a instalação do sistema em outras comunidades.

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Addthis