Universitária de 23 anos e padre morrem com suspeita de H1N1 em Crato e Juazeiro do Norte

Rafaela Callou de Sá Barreto, de 23 anos, era estudante
de nutrição (Foto: Arquivo Pessoal)
Uma estudante e um padre morreram com suspeita de H1N1 nos municípios de Juazeiro do Norte e Crato, Região do Cariri, no Ceará, na madrugada e manhã desta terça-feira (4). A jovem, de 23 anos, era estudante de nutrição e o padre, de 52 anos, era pároco do município de Tarrafas, na mesma região.

De acordo com a Secretaria da Saúde do Ceará, “os óbitos estão em investigação, aguardando resultados laboratoriais”.

A família da estudante Rafaela Callou de Sá Barreto afirmou que o diagnóstico de H1N1 foi confirmado pelos médicos. A jovem teve três paradas cardiorrespiratórias na noite desta segunda (3), sobreviveu, mas ficou em estado grave e morreu na manhã desta terça, segundo os familiares.

O velório da jovem vai ocorrer durante a tarde, na funerária Anjo da Guarda, de Juazeiro do Norte.

José Luismar Rodrigues, pároco da Paróquia Nossa Senhora das Angústias, morreu no Crato. A Diocese de Crato publicou nota de pesar e informou que ele teve “problemas pulmonares e Síndrome da Angústia Respiratória de Aguda (SARA), caracterizada por insuficiência respiratória aguda e progressiva”.

O velório do padre será às 16h, na Capela São José, localizada na Serra do Quincuncá, em Farias Brito, onde também vai ocorrer o sepultamento.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis