Capacitação sobre Influenza (H1N1) para médicos do Cariri acontece nesta segunda (10)

Nesta segunda-feira, 10 de junho, das 8 às 12 horas, ocorrerá a Capacitação para Médicos da Região do Cariri sobre Influenza, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). A realização é da Secretaria da Saúde do Ceará, através da 21ª Coordenadoria Regional de Saúde (CREs) – Juazeiro do Norte, em parceria com a Faculdade de Medicina de Juazeiro (FMJ) e a Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte.

O médico infectologista do Hospital Regional do Cariri, Maurício Lopes, falará sobre a doença. A capacitação será para médicos da Atenção Básica, hospitais e das UPAs 24h, não precisa fazer inscrição. Durante as quatro horas de qualificação, o palestrante abordará sobre o diagnóstico e tratamento da doença, assim atualizando os profissionais médicos. A estimativa é de um público de 250 profissionais de saúde. “Essa capacitação será de extrema importância considerando a atual situação epidemiológica no Cariri”, diz Geórgia Xavier, coordenadora da 21ª CREs.

Doença infecciosa
A influenza é uma doença infecciosa aguda, de origem viral, altamente contagiosa. Afeta o trato respiratório e tem comportamento sazonal. Uma pessoa pode contraí-la várias vezes ao longo da vida. Em geral, tem evolução autolimitada, mas pode se apresentar de forma grave. Quando isso ocorre, é denominada de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

São considerados condições e fatores de risco para a forma grave da influenza mulheres grávidas em qualquer idade gestacional, puérperas até duas semanas após o parto (incluindo as que tiveram aborto ou perda fetal); idosos a partir de 60 anos, crianças menores de 2 anos, população indígena aldeada, menores de 19 anos de idade em uso prolongado de ácido acetilsalicílico, pessoas com pneumopatias (incluindo asma), cardiovasculopatias (excluindo hipertensão arterial sistêmica), nefropatias, hepatopatias, doenças hematológicas (incluindo anemia falciforme), imunossupressão associada a medicamentos, neoplasias, HIV/Aids e obesidade.


Vigilância
A vigilância sentinela conta com uma rede de unidades distribuídas em todas as regiões geográficas do país e tem como objetivo principal identificar os vírus respiratórios circulantes, além de permitir o monitoramento da demanda de atendimento por essa doença. A vigilância universal de SRAG monitora os casos hospitalizados e óbitos com o objetivo de identificar o comportamento da influenza no país para orientar na tomada de decisão em situações que requeiram novos posicionamentos do Ministério da Saúde e Secretarias de Saúde Estaduais e Municipais. Os dados são coletados por meio de formulários padronizados e inseridos nos sistemas de informação online: SIVEP-Gripe e SINAN Influenza Web.

Serviço:
Capacitação para médicos sobre Influenza na Macro Cariri
Data: segunda-feira, 10 de junho
Hora: 8 às 12 horas
Local: Auditório da FMJ – Rua Tenente Raimundo Rocha, 515, Cidade Universitária, Juazeiro do Norte

Assessoria de Imprensa/Governo do Estado do Ceará

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Addthis