Bebê fica entre a vida e a morte após engasgar com pipoca e mãe faz alerta

Nicole Johnson-Goddard usou seu Facebook para alertar outras mães sobre a situação que seu filho, Nash, de 2 anos, foi vítima. Após comer uma pipoca, a criança foi internada e ficou entre a vida e a morte.

Na publicação feita na rede social, a norte-americana conta que a família estava assistindo televisão, quando o garotinho começou a tossir após ingerir o aperitivo.

"Ele engasgou, mas nós o socorremos e rapidamente ficou bem", relembrou ela ao portal "Love What Matters".

Após os primeiros socorros, Nash parecia bem, então a mãe acreditou que ele poderia ter engolido a pipoca que o fez engasgar e continuaram então a assistir ao filme. Mas a surpresa veio no dia seguinte.

Quando acordou, o bebê estava com uma "tosse estranha", como relembra Nicole, que inicialmente descartou uma possível ligação entre a tosse e o evento com a pipoca na noite anterior.

Mas a "tosse estranha" não passou nos dois dias seguintes e a situação piorou. Agora, Nash estava febril e respirava com dificuldade. Foi quando a mãe resolveu ligar para o pediatra responsável e levá-lo para o hospital imediatamente.

Após ser submetido a exames, os médicos descobriram que os pedaços de pipoca, com os quais ele tinha engasgado, foram parar no seu pulmão, o que causou uma pneumonia.

"O corpo reconheceu como um corpo estranho e então começou a colocar muito pus em volta e a inflamação fez ele desenvolver uma pneumonia", disse Nicole.

Nash passou por duas cirurgias para a retirada da pipoca do pulmão e já está de repouso em casa. Após o susto, Nicole está usando sua experiência para alertar outras mães sobre a ingestão desses alimentos às crianças. A pipoca, por exemplo, deve ser consumida apenas por crianças maiores de 5 anos para evitar problemas como esse.

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis