Médico e empresário é acusado de ferir criança com pedrada na cabeça, em Crato

Médico Alcides Muniz Filho é acusado de lesionar um
bebê na cabeça e agredir o pai deste em Crato
(Foto: Reprodução/Redes sociais)
Um entrevero motivado pela cobrança de uma dívida no valor de R$ 1.000,00 resultou numa criança de colo ferida na cabeça ao ser atingida por uma pedrada a qual segue internada no Hospital Santo Antonio de Barbalha. O conflito aconteceu no início da tarde desta quarta-feira num loteamento perto da policlínica no bairro Mirandão em Crato e o acusado é o médico e empresário Alcides Muniz Filho.

O pai da criança, identificado por Humberto, prestou serviço ao profissional de saúde e foi ao encontro deste cobrar o dinheiro que lhe devia quando surgiu o conflito. Em meio a este, o médico arremessou uma pedra após vê-lo armado com um canivete e esta atingiu a criança na cabeça a qual estava nos braços da mãe que se aproximava do entrevero para tentar acalmar os ânimos. Sangrando bastante, o bebê foi socorrido ao hospital.

O caso já foi registrado na 19ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Crato, onde Humberto disse ter sido atingido nas costas mesmo após o ferimento no seu filho com idade inferior a um ano. Ele acrescentou ter sido agredido a pauladas e tomado uma descarga elétrica com arma de choque. Além disso, ser ameaçado de morte pelo médico que é proprietário de uma indústria cerâmica na zona rural de Crato.

A família está aguardando o laudo de uma tomografia computadorizada feita na cabeça do bebê para ter noção exata do seu quadro clínico. Por outro lado, a Polícia Civil de Crato vai ouvir testemunhas e intimar o médico Alcides Muniz Filho a se pronunciar sobre o caso. Ele já responde Inquérito Policial por danos contra Juliana Avelino protocolado no dia 15 de julho de 2016 na Comarca de Crato.

Demontier Tenório

Fonte: Miséria

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis