Egressa do curso de Física da URCA é aprovada em Doutorado na Alemanha

Maria Daniela Leite de Souza, Licenciada em Física pela Universidade Regional do Cariri (URCA), atualmente concluindo Mestrado no Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), foi aprovada para Doutorado no Instituto Max Planck na Alemanha, nesta segunda-feira (18/02), no qual será financiada integralmente.

A Sociedade Max Planck para o Progresso da Ciência, mais conhecida como Instituto Max Planck, é uma organização independente alemã de pesquisa científica sem fins lucrativos e mundialmente conhecida como uma instituição de ponta no campo da pesquisa científica e tecnológica.

A egressa conta sua história de vida ao longo de sua trajetória. “Eu sou filha de um casal de agricultores e cresci em um pequeno sítio, distrito da cidade de Missão Velha. Meus pais não tiveram a oportunidade de estudar, mas sempre fizeram questão que meus irmãos e eu dedicássemos nosso tempo livre aos estudos. Estudei em escolas públicas e a minha primeira grande conquista foi a aprovação no vestibular da Urca como primeira colocada no curso de Física em 2013, que me permitiu logo em seguida, trabalhar com projetos de Iniciação Científica e instigar a minha sede de fazer Ciência. O curso tem uma equipe de professores muito bem qualificada, e isso é o diferencial,” afirmou.

A aprovação no Doutorado representa um sonho realizado para Daniela. “Eu não consigo acreditar que em menos de três meses, estarei vinculada ao Instituto Max Planck, como aluna de Doutorado. É um grande sonho! Tudo o que eu consigo sentir nesse momento, é gratidão. Essa é uma conquista que vem de muito esforço, mas principalmente, de todo o incentivo que tive da família, de grandes professores e de grandes amigos. E das oportunidades que tive enquanto estudava na Urca,” disse.

Daniela Souza estará vinculada ao Grupo de Física para Inferência e Otimização, dentro do Instituto Max Planck de Sistemas Inteligentes, em Tübingen, estado de Baden-Wütenberg, sudoeste da Alemanha. O projeto consiste em desenvolver modelos de otimização e previsão de relações entre as propriedades microscópicas e macroscópicas de sistemas complexos.

Para o futuro, Daniela relata que acredita no poder da educação para transformar a realidade do País. “Eu acredito muito no poder da educação. Depois do Doutorado, eu pretendo de alguma forma, retribuir tudo o que aprendi ao longo da minha formação, assim como os meus professores fizeram comigo. O Brasil enfrenta momentos um tanto quanto delicados e justamente por isso, precisa de pessoas que acreditem no potencial que temos aqui” comentou.

A ex-aluna finaliza a entrevista deixando uma mensagem para os discentes da Instituição. “Na maioria das vezes, nós não acreditamos em nosso próprio potencial, porque estamos numa universidade do interior, porque não nos sentimos preparados o suficiente, e então nos auto-sabotamos e deixamos de arriscar. Oportunidades aparecem para serem abraçadas! Por que deixar uma oportunidade passar, se já temos o "não" como resposta antes mesmo de arriscar? Parecem aquelas frases clichês, mas vocês só vão descobrir se aquilo é ou não o certo pra você, depois de tentar. E por fim, a Urca é uma Universidade pública, gratuita e de qualidade,” falou.

O Departamento de Física da Universidade parabeniza a ex-aluna pela conquista. “O magnífico caso da Daniela, que ingressou na URCA aos 16 anos, é uma história de sucesso profissional, como também uma comprovação dos esforços desta Universidade, através de criação e consolidação do curso de Física que completa 12 anos”, afirmou o professor Apiano Moraes.

O curso de Física formou mais de 40 licenciados, nas mais diversas áreas da profissão. É comum aos egressos a inserção em programas de pós-graduação de ponta no país e aprovação em concursos públicos em instituições de ensino médio e superior, tendo ex-alunos já realizado estágio pós-doutoral no exterior.

Desde 2015, a URCA oferece à região do Cariri um polo do Mestrado Profissional Nacional em Ensino de Física, coordenado nacionalmente pela Sociedade Brasileira de Física (SBF), sendo responsável pela formação continuada de parte de seus egressos e de alunos vindos de outros cursos no entorno da grande área de atuação da Universidade. Exemplo como o da Daniela mostra que a Instituição está desempenhando bem o seu papel.

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis