7 Formas de se comunicar online que irritam todo mundo

Não há saída: hoje em dia, boa parte de nossas comunicações é feita via redes sociais e aplicativos de mensagens instantâneas. Infelizmente, não são todas as pessoas que conseguem fazer vista grossa para algumas manias chatas que amigos e conhecidos têm na hora de conversar via Web.

Reunimos para você uma lista com os erros mais cometidos e mais irritantes na comunicação online, capazes de tirar qualquer um do sério. Leia e reflita: será que você também não esquece da etiqueta virtual de vez em quando?

1. Uma palavra por mensagem
Uma coisa é você querer compartilhar, o quanto antes, seus pensamentos com seus contatos, o que pode redundar em frases bem curtas, mais práticas de digitar. Outra coisa é separar orações inteiras em palavras. A verdade é que ninguém gosta de receber uma avalanche de mensagens super curtas. Fazendo isso, você literalmente “prende” seu interlocutor na tela, obrigando-o a ver como seus pensamentos são formulados.

Agora imagine outra situação: seu interlocutor está ocupado, com o celular no canto oposto da casa. De repente, a cada segundo que passa, a pessoa começa a receber notificações das suas mensagens, fazendo barulho pela casa toda. Por isso, é sempre melhor formular o raciocínio de forma mais concisa. Ou então digite o texto inteiro numa linha só, em vez de ficar clicando em “Enviar” o tempo todo.

2. Um “oi” perdido
Outro hábito desagradável que incomoda muita gente. Mandando apenas um “oi”, a pessoa pode até estar querendo ser gentil, mas ao mesmo tempo deixa o interlocutor em suspense. Será que está esperando um “oi” em resposta? Isso também inclui as variações “Oi, tá aí?”, etc. Lembre dessa regra e tente colocá-la em prática.

3. Postais e mensagens “forçadas”
“Bom dia”, “Feliz sábado”, “Tenha um dia lindo”, “Feliz dia do carteiro”: se você nunca recebeu uma mensagem com um conteúdo parecido, considere-se sortudo. Sempre que alguma data comemorativa se aproxima, os “bombardeiros de mensagens” estão prontos para atacar suas vítimas. Cartões de felicitações com mensagens manjadas dificilmente emocionam alguém, além de sobrecarregar a memória do celular. Caso queira dar parabéns a alguém por determinado motivo, escreva algumas frases sinceras e pessoais. Ou simplesmente dê um abraço apertado.

4. Posts em quantidade exagerada
Você deve ter ao menos um amigo assim, daqueles que gostam de compartilhar até os menores detalhes das próprias vidas. Eles postam fotos de cada prédio, árvore ou flor que encontrar pelo caminho. Super legal, né? #SóQueNão

As redes sociais estão até ficando mais “inteligentes”, encontrando maneiras de combater o chamado overposting (publicações em número excessivo): a metade delas nem sequer aparece na timeline dos seguidores. A não ser que você seja uma agência de notícias, essa quantidade de conteúdo é simplesmente inútil.

5. Hashtags e emojis sem sentido
Quando você aplica o número certo de emojis e hashtags, ajuda na compreensão daquele conteúdo. Porém, é estranho quando o internauta adiciona um emoji após cada frase, como se precisasse explicar o sentido para o “idiota” do interlocutor.

A mesma coisa acontece com as hashtags: blogueiros já aprenderam há tempos a esconder as hashtags nos comentários, mas alguns usuários continuando usando-as em grande quantidade e em todos os posts (e o pior é que muitas vezes essas hashtags sequer têm significado).

6. Mensagens de voz de uma palavra só
Seu interlocutor pode achar incômodo ouvir uma mensagem de voz em determinado momento. Além disso, quando falamos em voz alta, tendemos a acrescentar detalhes desnecessários à mensagem, fazendo com que a informação relevante fique bem menor do que ficaria num texto. E outro hábito particularmente chato é o de enviar mensagens de voz formadas por apenas uma ou duas palavras. Mensagens de áudio são mais pesadas que as de texto, e se o interlocutor tiver um sinal de Internet ruim, o recado demora mais que o normal para carregar. Além disso, é impossível selecionar textos em mensagens de voz (quando necessário) ou fazer uma busca, como os textos permitem. Ou seja: antes de mandar uma mensagem de voz, pergunte à outra pessoa se, por acaso, aquilo a incomodará.

Falando nisso, aí vai um pequeno truque: no WhatsApp, se você receber uma mensagem de voz e estiver sem fones de ouvido, clique em “Reproduzir” e leve o aparelho ao ouvido. O som sairá pelo alto falante frontal, permitindo que apenas você ouça o recado.

7. Marcar em fotos e comentários de sorteios sem consentimento prévio
É sempre bom evitar colocar as outras pessoas em situações incômodas: talvez sua amiga queria manter em segredo o fato de ter ido àquela festa sexta-feira passada. Ou então a pessoa pode simplesmente não gostar da foto em que foi marcada. Por isso, o ideal é pedir permissão da pessoa antes de marcá-la em qualquer coisa. Outro hábito parecido e igualmente incômodo é o de marcar outros usuários em comentários para sorteios de brindes.

Esses são os hábitos que mais irritam usuários de aplicativos e de redes sociais. Mas obviamente, a decisão do que escrever e publicar é toda sua.

Fonte: Incrível

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis