Barbalha registra rajadas de vento de até 70 km/h nesta segunda-feira (29)

Foto meramente ilustrativa
Municípios da Região do Cariri registraram rajadas de vento de até 70 km/h na tarde e noite desta segunda-feira (28), segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Houve rajadas consideráveis também em cidades das Regiões Vale do Jaguaribe e Sertão dos Inhamuns.

A velocidade das rajadas de vento em Barbalha chegou a 70 km/h entre 17 e 18 horas, conforme registrado pela Plataforma de Coleta de Dados (Estação Automática) localizada na cidade.

Outros municípios registraram rajadas de ventos, como Iguatu (55,08 km/h), Jaguaribe (54,72 km/h), Campos Sales (53,28 km/h) e Tauá (43,92 km/h). Segundo a Escala de Beaufort, que classifica a intensidade dos ventos, nesta velocidade, a rajada pode ser classificada como ventania, podendo quebrar galhos de árvores, causar dificuldade em andar contra o vento, e mar revolto.

Transtornos
O vento forte foi suficiente para derrubar parte da cobertura do teto de um posto de combustível localizado na Avenida Perimetral Dom Francisco, no Bairro São Miguel, no Crato.

A ventania também causou problemas na rede elétrica. Uma chave de fusível entrou em curto na rede de média tensão na Saída de Crato para o Distrito de Arajara, em Barbalha. Na manhã desta terça-feira (29), o Corpo de Bombeiros informou ao Sistema Verdes Mares que não há registros de feridos.

A previsão da Funceme para esta terça-feira (29) é de nebulosidade variável com possibilidade de eventos de chuva em todas as regiões.

Segundo o meteorologista da Funceme, Raul Fritz, a chuva rápida está associada a uma linha de instabilidade formada por nuvens cumulus que vieram do leste, propiciaram a ocorrência das rajadas de vento observadas em Barbalha e municípios vizinhos.

Cidades com rajadas de ventos mais fortes nas últimas 24 horas
  • Barbalha: 70,2 km/h
  • Iguatu: 55,08 km/h
  • Jaguaribe: 54,72 km/h
  • Campos Sales: 53,28 km/h
  • Tauá: 43,92 km/h

ANTONIO RODRIGUES
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Addthis