Crato registra a segunda maior chuva do Estado

As chuvas voltaram com intensidade no Ceará, entre o domingo (23) e esta segunda-feira (24). 

Segundo o monitoramento da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) Ipaumirim foi o município com o maior registro: 125,2 milímetros. 

Ao todo, as precipitações ocorreram em pelo menos 120 municípios do Estado, de acordo com a Funceme. Em Fortaleza, no posto pluviométrico da Água Fria foram computados 30 milímetros. 

O segundo maior registro foi no Crato com 108 milímetros. Houve ainda precipitações nas cidades de Jijoca de Jericoacoara (104 milímetros), Icapuí (90 milímetros); Farias Brito (83 milímetros); Juazeiro do Norte (78 milímetros) e Barbalha (72 milímetros). 

Moradores da região do Cariri têm casas invadidas pela água e ruas ficam alagadas  
Os moradores do bairro Batateiras, no município do Crato, ficaram desesperados após a água da chuva invadir as residências. Os móveis ficaram danificados. O alagamento pode ter sido ocasionado devido a obra de um loteamento próximo as casas. As ruas do bairro também ficaram alagadas e muitos carros atolaram.

A prefeitura do Crato informou que vai iniciar nos próximos dias as obras de pavimentação e drenagem no bairro. No município choveu, 108 milímetros, a segunda maior precipitação registrada nas últimas 24 horas no estado, segundo a Funceme. 

O responsável pelo loteamento informou que vai pagar uma espécie de aluguel social para essa família que perdeu boa parte dos móveis até o final do empreendimento que deve durar três meses. 

Em Juazeiro do Norte, as ruas ficaram alagadas e os carros passavam com dificuldades. Os moradores colocaram uma canoa para conseguir realizar a travessia na avenida Plácido Aderaldo Castelo. No município choveu, 78 milímetros.

Expectativa de chuvas para 2019
A meteorologista da Funceme, Meiry Sakamoto, disse, na manhã desta sexta-feira (21), que as tendências apresentadas pelo Oceano Pacífico indicam a ocorrência de El Niño menos intenso, o que atenua a expectativa de precipitações abaixo da média no Ceará em 2019.

Sakamoto reforçou que as condições podem mudar até janeiro, e que o prognóstico de chuvas será divulgado pela Fundação apenas no dia 18 de janeiro.

"O fato de o El Niño ser de fraco a moderado melhora as expectativas para o ano que vem, apesar de a irregularidade na distribuição das chuvas", ressaltou. Nebulosidade variável com eventos de chuva no litoral. Nas demais regiões, céu parcialmente nublado a claro.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Addthis