Confronto em Milagres deixou 5 reféns de uma mesma família mortos, incluindo dois menores

Os assaltantes,que entraram em confronto com a polícia na madrugada desta sexta-feira (7) em Milagres, no Sul do Ceará, estavam com seis reféns, sendo cinco de uma mesma família, que retornava do Aeroporto em Juazeiro. Todos os reféns morreram no confronto. 

O tiroteio deixou 12 pessoas mortas, segundo a Coordenadoria de Medicina Legal em Juazeiro do Norte. Das outras sete pessoas mortas no confronto, seis são assaltantes. A família ia para Serra Talhada, em Pernambuco, e foi abordada pelos criminosos na rodovia BR-116, depois de retornar do Aeroporto de Juazeiro, no Cariri.

O IML de Juazeiro do Norte havia informado, inicialmente, 13 mortes no tiroteio em Milagres. Em nota, a Secretaria de Segurança confirmou 12 óbitos. 

Ataque foi frustrado pelo trabalho de inteligência da polícia
Os assaltantes pretendiam atacar agências do Banco do Brasil e do Bradesco, em Milagres, mas foram abordados pela polícia perto dos estabelecimentos, que ficam na mesma rua. A ação policial que frustrou foi consequência do trabalho de inteligência da polícia, destacou o prefeito. "Nosso secretário de segurança [tenente George Freitas] estava num trabalho com policiais locais e vinham monitorando o planejamento", disse.

De acordo com Lielson Landim, uma força policial de Fortaleza também deu apoio à ação.

Prefeitura de Milagres publica nota: "permaneçam em suas casas"
Por medida de segurança, resolve suspender os serviços nas repartições públicas da municipalidade. "A recomendação é que todos permaneçam em suas casas até que a ordem seja restabelecida", disse ainda parte da nota.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis