Batata frita faz mal? Veja o que especialistas dizem sobre o assunto

Se as batatas fritas vêm das batatas e as batatas são vegetais, e os vegetais são bons para você, então qual é o mal em comer batatas fritas?

Muitos, dizem especialistas e nutricionistas, incluindo Eric Rimm, professor nos departamentos de epidemiologia e nutrição da T.H. Chan Escola de Saúde Pública de Harvard, que chamou as batatas de "bombas de amido".

As batatas estão no fim do ranking de vegetais saudáveis e não possui os compostos e nutrientes encontrados em vegetais de folhas verdes, disse ele. Se você pegar uma batata, retirar sua pele (onde pelo menos alguns nutrientes são encontrados), corta, frita os pedaços em óleo e os cobre com sal, queijo, pimenta ou molho, essa bomba de amido pode ser transformada em uma arma de destruição alimentar.

Um estudo do ano passado publicado no American Journal of Clinical Nutrition observou que as batatas têm um alto índice glicêmico, o que tem sido associado a um aumento do risco de obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares.

O estudo constatou que, controlando outros fatores de risco, os participantes que comiam batatas fritas de duas a três vezes por semana tinham um risco maior de mortalidade em comparação com aqueles que comiam batatas não-fritas.

O médico Nicola Veronese, de Pádua, na Itália, que foi um dos autores do estudo, disse que ele e seus colegas ficaram surpresos com a quantidade de batatas fritas que os americanos consumiram em comparação com a quantidade consumida por pessoas em outros países.

Nos Estados Unidos, a batata é o vegetal mais consumido, com os americanos comendo uma média de 115,6 quilos de batatas por ano, dos quais dois terços são na forma de batatas fritas, chips e outros produtos congelados ou processados, de acordo às estatísticas do Departamento de Agricultura.

Sobre o apetite dos americanos por batatas fritas, Rimm disse: "É uma pena que, neste país, você vai arrancar as fritas da minha mão fria e morta" (em referência a um slogan popularizado pela Associação Nacional de Rifles). 

Mas batatas fritas, com sua atraente "sensação" de sal e gordura aquecidos na boca, são inegavelmente saborosas. Ficar sem comer batatas fritas parece exagerado. Então, se você se satisfaz com elas, aqui estão algumas maneiras de melhorar o consumo.

Controle a quantidade
Quantas batatas fritas você come importa mais do que coisas como a área de superfície das batatas fritas ou o tipo de óleo usado para produzi-las, disse Lindsay Moyer, nutricionista sênior do Center for Science in the Public Interest.

Considere, por exemplo, que uma porção grande de batatas fritas do McDonald's contêm 510 calorias, quase o mesmo que um Big Mac (540 calorias), disse ela. O Departamento de Agricultura recomenda uma porção de batatas fritas de pouco mais de 80 gramas, o que equivale a 12 a 15 palitos individuais de batata, ou cerca de 140 calorias.

Divida seu pedido, pegue a menor porção possível ou substitua por uma salada ou algum tipo de verdura verde, Moyer disse, ou compre uma batata cozida branca ou doce.

"Poucas pessoas devolvem três quartos de um pedido de batatas fritas", disse Rimm. "Eu acho que seria bom se a sua refeição viesse com uma salada e seis batatas fritas."

O Conselho Nacional da Batata e a Associação Nacional de Restaurantes não responderam aos e-mails para comentários.

Cuidado com coberturas
Alguns aperitivos consistem em batatas fritas revestidas com queijo e pimenta ou outros temperos, que podem fornecer até 1.000 calorias por porção, disse Moyer.

Não exagere nos condimentos: um pacote médio de ketchup tem apenas 10 calorias, mas a mesma quantidade de aioli ou maionese pode adicionar quase 100 calorias.

"Com uma essa epidemia de obesidade, hoje em dia a maioria de nós precisa cortar calorias", disse Moyer. "Não há muito espaço para um extra de 100 calorias aqui e ali."

Quais tipos e cortes são os melhores?
Elaine Magee, autora de 25 livros sobre nutrição e culinária saudável e  nutricionista corporativa da cadeia de supermercados Albertsons Cos., classificou as batatas fritas da melhor para a pior assim:

Batatas assadas e fritas feitas em casa: Frite-as em alta temperatura com uma pitada de canola ou óleo de amendoim.

Batatas fritas caseiras: "Elas tendem a ainda ter a pele e são cortadas em pedaços ou fatias, e não são fritas em imersão, mas tendem a ser fritas em uma frigideira, geralmente com um pouco de óleo", disse ela.

Batata-doce: Magee disse que os americanos não gostam de comer da mesma maneira quanto consomem batatas brancas. Esse tipo de batata tem mais vitamina A e fibras. Ainda assim, não se deixe enganar, disse Moyer, observando que elas não são "alimentos saudáveis".

Então, em ordem decrescente, de acordo com Magee: batatas em pedaços grandes, batatas em ondas, batata palha, batata em waffle e curly, sendo que as duas últimas têm uma área superficial maior para absorver o óleo.

Fritas com chili e queijo: São as últimas, mas depende do tipo de batata frita, dos ingredientes do chili e da quantidade de queijo, disse Magee.

Poutine: "Este é um exemplo de pegar algo com gordura e sal (batatas fritas) e cobri-lo com algo que acrescenta mais gordura e gordura saturada (queijo coalho), cobrindo com algo que aumenta ainda mais a gordura, a gordura saturada e o sal (molho)", disse Magee.

Verifique o óleo
As pessoas devem perguntar com que frequência um restaurante troca seu óleo, disse Rimm. O aquecimento repetido, resfriamento e reutilização do óleo promove a criação de ácidos graxos que fazem mal à saúde.

Sharon Zarabi, diretora do programa bariátrico e nutricionista do Lenox Hill Hospital, em Manhattan, observou que o óleo de milho, usado com frequência na fabricação de batatas fritas, é rico em ácidos graxos ômega-6, que contribuem para a inflamação.

"Em um país onde já consumimos uma dieta gordurosa composta principalmente de marcadores pró-inflamatórios de ômega-6 versus ômega-3 saudável (geralmente encontrados em peixes gordurosos), devemos limitar seu uso e ingestão", disse ela em um e-mail.

Verifique como você se sente
Rimm sugeriu que os consumidores acompanhem como se sentem depois de comer batatas fritas, e isso, por sua vez, pode levar a mudanças nos hábitos alimentares.

Magee disse para saborear o sabor. Pegue meia batata, coloque na língua e feche os olhos, ela disse.

"Tudo pode ser comido de forma saudável se for comido conscientemente", disse ela. "Se você come batatas fritas dessa maneira, provavelmente ficará satisfeito com dez."

Fonte: Viver Bem/UOL

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis