Artesãos cearenses comercializam mais de R$ 100 mil durante feira em Brasília

O 10º Salão do Artesanato, realizado entre os dias 4 e 8 de abril, em Brasília, trouxe resultados positivos para os artesãos cadastrados na Central de Artesanato do Ceará (Ceart). Além de encomendas, os artistas cearenses garantiram a comercialização de R$ 105.344,00 durante os cinco dias de feira, que reuniu o trabalho de produtores de 19 estados brasileiros. A instalação do estande do Ceará teve o apoio da Secretaria do Turismo do Estado do Ceará.

A primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, parabenizou o trabalho dos artesãos do Estado. “Fiquei muito feliz com o resultado das vendas na feira, onde o Ceará foi homenageado por reconhecer no artesanato uma de suas grandes vocações no desenvolvimento regional. O lindo trabalho dos artesãos cearenses garantiram nos dias de exposição uma comercialização de produtos, beneficiando diretamente cerca de 1800 produtores”, destaca.

De acordo com a coordenadora do Programa de Desenvolvimento do Artesanato do Estado do Ceará (PDA), Amanaci Diógenes, o governo Camilo Santana tem investido cada vez mais no artesanato cearense. “O Estado do Ceará é hoje uma referência nacional, com um diferencial na implantação de política pública bem-sucedida para o segmento artesanal. Essa feira em Brasília foi um verdadeiro sucesso, tanto na promoção do nosso artesanato quanto no compromisso de melhorar a qualidade de vida do artesão, diretamente beneficiado com a comercialização dos produtos”, enfatiza.

Como estado homenageado, o Ceará apresentou o trabalho de 1.820 artesãos de 72 entidades artesanais e grupos produtivos de 62 municípios cearenses. No total, 3.500 produtos artesanais nas 16 tipologias artesanais do Ceará foram disponibilizadas no local, que apresentou ainda o processo de produção das peças com seis mestres artesãos.

Conquistas
O governador Camilo Santana assegurou ao artesão cearense, em 2015, a isenção fiscal do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços); o Selo Ceart (Certificação da Autenticidade dos Produtos Artesanais e de Reconhecimento das Obras de Arte Popular Cearenses); capacitações para aperfeiçoar o design dos produtos; além da realização de feiras locais, estaduais e nacionais. O Governo do Ceará, em dezembro de 2017, inaugurou o novo Centro de Renderias da Prainha, em Aquiraz. Atualmente, o Estado garante o funcionamento de quatro lojas da Ceart. 

Assessoria de Imprensa do Gabinete da Primeira-Dama

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis