Barbalha (CE): Hospital São Vicente restringe atendimentos

Para equacionar as contas que estão com déficit desde o ano passado, uma das principais unidades de saúde do Cariri anunciou que a partir do dia 24 de junho restringirá o atendimento no setor de emergência. A medida, segundo a direção do Hospital Maternidade São Vicente de Paulo, "se faz necessária diante o grande volume de pacientes que são diariamente atendidos na unidade, mas que tem o perfil voltado para a Unidade Básica de Saúde do Município". Com a decisão, estima-se que 150 pacientes sejam direcionados aos PSFs por dia.

"Nos últimos meses é crescente o número de atendimentos básicos no hospital, sob alegação dos pacientes de que não há médico atendendo nas unidades de seus bairros, ou que as unidades estão fechadas. Por esta quantidade excessiva de pacientes no Pronto Socorro, a verba destinada pelo SUS ao Hospital São Vicente não consegue cobrir os gastos", explicou o Secretário Executivo do Hospital, Antônio Ernani de Freitas.

Larissa Nascimento Ferreira, 20, conta que, mesmo doente, se viu obrigada a percorrer cerca de 5Km, do Conjunto Nassau, até o Hospital São Vicente "por falta de médico no PSF". Ainda segundo ela, "a situação se agravou depois que os servidores entraram em greve". O prefeito José Leite Gonçalves Cruz afirmou que, independentemente da greve, que já dura 14 meses, "todas as Unidades Básicas de Saúde do município estão funcionando normalmente com atendimento médico e que o hospital deve atuar como no contrato, ou seja, encaminhando os pacientes que não são do perfil de média e alta complexidade para as Unidades Básicas de Saúde".

ANDRÉ COSTA
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Addthis