Crato (CE): Homossexuais tiveram a casa invadida e foram esfaqueados

Os cabeleireiros Antonio Erivan Barros Lucena, de 43, e Gilmar de Oliveira Silva, de 26 anos, foram vítimas de atentados à faca por dois menores que queriam dinheiro supostamente para comprar drogas. As vítimas estavam na Rua Maurício Teles, 73 (Bairro Gisélia Pinheiro) em Crato, onde Erivan reside, e os dois foram socorridos por uma equipe do SAMU para o Hospital São Francisco. Os acusados são os adolescentes de iniciais F. S. S. E., de 14, e F. E. P. S., de 17 anos, que fugiram após roubarem R$ 60,00 do imóvel.

Os crimes aconteceram por volta das 11 horas desta terça-feira e uma patrulha da FTA composta pelo Sargento Eraldo e os Soldados Ladeiro, Orlando e Alexandre diligenciou sem o êxito de encontrar a dupla infratora. Os PMs souberam que Os menores chegaram pedindo R$ 10,00 e quando Gilmar foi pegar o dinheiro terminou surpreendido por um deles já com faca em punho passando a golpeá-lo após invadirem o imóvel.

O outro, igualmente armado, esfaqueou Erivan e ambos fugiram levando R$ 60,00 das vítimas. Gilmar mora na Rua do Campo, 178 no mesmo bairro e seu estado de saúde é mais grave após sofrer sete perfurações no pescoço, braço esquerdo, duas no ombro e três nas costas. Já Erivan foi atingido na nuca e no ombro esquerdo. Entretanto, os dois cabeleireiros não correm risco de morte.

Demontier Tenório

Fonte: Miséria



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Addthis