Juazeiro do Norte (CE): Estudante é sepultada no dia do seu aniversário ao lado da mãe mortas à facadas

A tragédia que se abateu no seio da família Callou Filgueiras teve mais um momento de dor esta manhã com o sepultamento de mãe e filha assassinadas na noite de domingo por Wennys Callou Filgueiras, de 28 anos, respectivamente, filho e irmão das vítimas. Laura Callou Filgueiras deveria estar reunida esta noite com parentes, amigos e colegas do curso de Letras da URCA comemorando a passagem dos seus 22 anos. Os preparativos para a festa, aliás, já estavam em curso.

Entretanto, ela e sua mãe Maria Rita Filgueiras Callou, de 48 anos, foram mortas a golpes de faca no quarto da residência das vítimas e acusado na Rua Ernestina Dias Sobreira, 708 (Limoeiro) em Juazeiro do Norte. O fato obteve grande repercussão propiciando um debate sobre o malefício das drogas já que Wennis era usuário de substâncias entorpecentes e estava drogado no momento dos crimes.

Quando chegou em casa, passou a discutir com a irmã Laura Callou e armou-se com uma faca tendo desferido um golpe contra a mesma. Desesperada, a mãe partiu em defesa da filha e as duas acabaram sendo mortas. Depois, fugiu para a casa de um parente no Sítio Baixa do Maracujá em Crato quando o pai dele, José Paulo Filgueiras, tomou conhecimento e avisou à polícia. Uma equipe da FTA (Força Tática de Apoio) com o Cabo Murilo e os Soldados Cláudio e De Araújo foi até lá e o prendeu.

Na Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro, Wennys Callou foi autuado em flagrante para responder pelo duplo homicídio. Imediatamente, terminou transferido à Cadeia Pública, onde chegou por volta das 8 horas. Cabisbaixo e calado, o jovem apresentava alguns ferimentos em virtude da luta corporal travada com as vítimas deixando muita destruição no quarto. No período da tarde, ele passou a reclamar de dores quando foi levado para a UPA Limoeiro, a fim de ser feita uma radiografia que constatou uma fratura simples na clavícula, mas já está tomando a medicação devida.

Demontier Tenório

Fonte: Miséria



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Addthis