Mês de agosto já registra o primeiro homicídio do ano em três cidades do Cariri

Os municípios de Potengi, Tarrafas e Várzea Alegre tiveram os primeiros homicídios deste ano registrados neste mês de agosto e após um bom tempo sem crimes dessa natureza. No segundo dia do oitavo mês de 2014 o agricultor Damião Costa de Sousa, de 25 anos, foi morto a facadas na Rua Bernardo Duarte Pinheiro (Bairro Patos) em Várzea Alegre. Segundo a polícia, o autor foi Elvis dos Santos Gregório, de 23 anos, residente no mesmo bairro e motivado por uma discussão banal.

Várzea Alegre
O último homicídio em Várzea Alegre tinha sido registrado no dia 18 de julho de 2013 no Sítio Alto dos André (Distrito de Naraniú) contra o agricultor Antonio Batista de Sousa, de 52 anos. Ele e sua esposa, Maria do Socorro Bezerra de Sousa, de 50 anos, foram lesionados a tiros, foiçadas e pauladas, mas a companheira escapou. O acusado foi o foragido da justiça Raimundo Ferreira da Silva, de 28 anos, ali residente, que fugiu.

Tarrafas
Já no dia 13 de agosto o menor Jeová Paulino da Silva, de 16 anos, o “Jeovan”, que residia no Sítio Logradouro de Cima em Tarrafas, foi morto a tiros nas imediações do Clube do Doca naquela localidade. A polícia prendeu Gerlan Alves dos Santos, de 33 anos, como suspeito do crime e o mesmo se encontrava com uma revólver calibre 38 tendo um cartucho deflagrado.

O último homicídio em Tarrafas tinha ocorrido no dia 23 de outubro de 2013 quando o agricultor José Pedrosa do Carmo, de 50 anos, o “Bandinha”, foi morto a pauladas de quem roubaram R$ 20,00 e ocultaram o corpo no Sítio Poços. Na época, a polícia prendeu Alexandre Martins de Oliveira, de 18, Bruno Alexandre da Silva, de 20, e o adolescente de iniciais A. D. C de S., de 16 anos, como acusados.

Potengi
No último sábado (16), o aposentado Vicente Saraiva da Cruz, de 76 anos, foi vítima de latrocínio dentro de sua casa na Vila Saraiva às margens da CE-292 em Potengi. Vizinhos ouviram barulhos e um casal fugindo numa moto quando acionaram a polícia. A vítima estava sobre a cama suja de sangue e com sinais de estrangulamento. O bolso do short foi rasgado de onde, provavelmente, levaram dinheiro e mais um perfume do quarto que estava revirado.

O último homicídio em Potengi tinha sido registrado no dia 29 de novembro do ano passado quando foi morto o jovem José Osvaldo Pereira da Silva Filho, de 25 anos, que residia no Distrito de Aratama em Assaré. Ele viajava em uma picape com outras pessoas e o corpo foi encontrado crivado de balas em uma estrada carroçável que dá acesso ao Sítio Quinteleré na zona rural de Potengi.

Demontier Tenório

Fonte: Miséria



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Addthis