Santana do Cariri (CE): Mulher é morta a pauladas e enterrada em uma cova rasa

Sete anos após o primeiro homicídio, o agricultor Vicente Paulo da Silva, de 39 anos, morador do Sítio Guritiba no município de Santana do Cariri, voltou a matar outra mulher. Dessa vez, Maria de Lurdes Rodrigues de Sales, de 44 anos, que residia na Rua José Mario de Brito (Parque Grangeiro) em Crato. O corpo dela foi encontrado por populares às 07h30min naquela localidade rural de Santana. A primeira foi a pedradas e, esta, a pauladas.

Ela tinha sido vista pela última vez por volta das 14 horas de quarta-feira fazendo o cadastro no programa Bolsa Escola do Governo Federal. Ontem cedo, populares informaram à polícia sobre o achado de um corpo enterrado em uma cova rasa. Os Cabos Duarte e Canuto e o Soldado Henrique foram ao local e descobriram que o homicídio tinha sido praticado por Vicente igualmente nativo de Crato.

A princípio, ele negou participação no crime, porém terminou confessando tudo com riqueza de detalhes desde quando atraiu a mulher até o assassinato e o sepultamento. O mesmo foi trazido para ser autuado na 19ª Delegacia Regional de Policia Civil de Crato, onde foi descoberto que contra Vicente existia um mandado de prisão em aberto.

Sobre o homicídio recente, disse à imprensa que Maria de Lurdes costumava chamá-lo de bandido e viciado em drogas, cujos desentendimentos teriam começado a partir do momento em que realizou um serviço de pedreiro na casa dela. A mulher cobrava a conclusão quando surgiram os insultos. Por outro lado, familiares acusam que Vicente vivia ameaçando estuprar Maria e as filhas desta. Além disso, de ter sido autor de um incêndio criminoso na residência do pai da vítima.

No dia 26 de março de 2006, ele matou a pedradas a adolescente Maria Eliana Vital da Silva, de 17 anos, que era sua amante. O crime aconteceu na Avenida Pedro Felício Cavalcante em Crato. O assassinato de Maria de Lurdes se constituiu no oitavo deste ano contra mulher na região do Cariri e o primeiro em Santana do Cariri, cujo corpo foi trazido para necropsia no IML de Juazeiro do Norte.

A última mulher morta naquele município foi a estudante Socorro Pereira Gonçalves, de 15 anos, no dia 31 de dezembro de 2010. Ela residia no Sitio Mororó, mas foi atingida com tiros na Serra do Severino. Ela viajava em um Fiat Uno dirigido por Francisco de Assis Rodrigues da Silva, de 21 anos, o Fan, residente em Nova Olinda, que seria o alvo, mas este não morreu apesar de lesionado com três tiros. Quase dois meses antes, ele tinha matado Ana Paula de Brito, de 17 anos, em sua cidade.

Demontier Tenório

Fotos: Padim / Ag. Miséria

Fonte: Miséria



ShareThis