P3 Midia

P3 Midia

Santana do Cariri e mais três cidades do Ceará terão eleições suplementares no domingo

Quatro municípios do Ceará realizam neste domingo (3) eleições suplementares para escolher prefeitos e vices. São 79.569 eleitores de Santana do Cariri, Frecheirinha, Tianguá e Umari voltarão às urnas para eleger o prefeito e o vice-prefeito, porque os eleitos em 2016 tiveram os mandados cassados em decisões do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, a apuração/totalização das eleições suplementares ocorrerão nos cartórios eleitorais das sedes das zonas, a partir das 17 horas de domingo (3). O custo total das eleições nos quatro municípios soma R$ 150.684,35.

Confira os candidatos de cada cidade:

Santana do Cariri
  • Coligação 'Juntos Abraçamos Santana; Não Podemos Parar': Vicente Brilhante e Mauricio Matos
  • Coligação 'Unidos pelo Povo': Pedro Henrique Correia Lopes e Maristela Sampaio
Frecheirinha
  • Coligação 'Frecheirinha não pode parar': Silvia Lucia Sousa Aguiar Araujo e Claudio Fernandes Aguiar
  • Coligação "justiça e Paz': Helton Luis Aguiar Junior e Francisco Mesquita Portela
Tianguá
  • Coligação 'Gente em primeiro lugar': José Jaydson Saraiva De Aguiar e Mardes Ramos de Oliveira
  • Partido Ecológico Nacional: José Cardoso Terceiro e João Antonio Bevilaqua Alves
  • Coligação 'O Trabalho vai continuar': Luiz Menezes de Lima e Aroldo Cardoso Portela
Umari
  • Coligação 'Determinação e compromisso com o Povo': Ana Paula Araujo Viana Alencar e Francisco Bruno de Freitas Barros
  • Coligação 'Umari, Juntos Para Servir': Mirineide Pinheiro Moura e Alex Sandro Rufino Ferreira
Processos
A cassação dos diplomas do prefeito e do vice-prefeito de Frecheirinha, Carleone Júnior de Araújo e Cláudio Fernandes Aguiar, por conduta vedada a agente público, nas eleições de 2016, foi confirmada pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral pelo em 23 de abril.

Em 17 de abril, o TRE manteve, por unanimidade, a cassação dos diplomas da prefeita e do vice-prefeito de Santana do Cariri, Danieli de Abreu Machado e Juracildo Fernandes da Silva, por abuso de poder político e econômico nas eleições de 2016.

No julgamento ocorrido no dia 19 de abril, o TRE também manteve, por unanimidade, a cassação dos diplomas do prefeito e da vice-prefeita de Umari, Francisco Alexandre Barros Neto e Laura do Carmo Lustosa Ribeiro, por captação ilícita de votos nas eleições de 2016.

Já o caso de Tianguá foi decidido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na sessão de 15 de março deste ano. O TSE manteve o indeferimento do registro de candidatura do prefeito eleito em Tianguá, nas Eleições de 2016, Luiz Menezes de Lima, e do vice-prefeito, Aroldo Cardoso Portela e revogou a decisão liminar que os mantinha no cargo.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis