Aeroporto de Juazeiro do Norte recebe combustível após 7 dias com voos cancelados

O aeroporto de Juazeiro do Norte recebeu abastecimento de combustível nesta quinta-feira (31). O aeroporto foi um dos primeiros terminais afetados pela crise de abastecimento em consequência da paralisação dos caminhoneiros. Houve cancelamento de voos desde a quinta-feira anterior (24).

O Aeroporto de Fortaleza também recebeu carregamento. De acordo com a Fraport, empresa que administra o terminal, 18 carretas de combustível chegaram ao local na noite desta quarta. "Com este reabastecimento, as operações do aeroporto estão acontecendo normalmente", diz a Fraport, em nota.

Caminhões-tanque chegaram ao Aeroporto Orlando Bezerra, em Juazeiro do Norte, no início da tarde desta quinta, e os voos devem ser normalizados nos próximos dias.

Antes do abastecimento em Juazeiro do Norte, só decolavam as aeronaves que chegavam ao município com combustível suficiente para viajar ao próximo destino.

Com a falta de combustível, a Azul Linhas Aéreas, uma das companhias que opera no terminal, estava remanejando voos e concentrando passageiros de várias frequências em um único voo.

Paralisação de caminhoneiros
Durante 11 dias, caminhoneiros fecharam vários pontos das rodovias federais no Ceará, impedindo o transporte de cargas no país. Os profissionais aderiram a uma greve exigindo a redução do preço do diesel, que quase dobrou desde 2016.

Um caminhoneiro afirmou ao G1 que o custo médio de uma viagem no Brasil subiu, em média, R$ 1,4 mil, em decorrência da alta do diesel.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o último ponto de bloqueio que havia no Ceará, foi desfeito pelos caminhoneiros na manhã desta quinta. Eles se concentravam no quilômetro 215 da BR-116, na cidade de Tabuleiro do Norte.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis