P3 Midia

P3 Midia

Crato (CE): Refúgio da Vida Silvestre ajudará a preservar Soldadinho

Único pássaro exclusivo, naturalmente, do território cearense, o Soldadinho-do-Araripe ganhou importante ferramenta para sua preservação: o Refúgio de Vida Silvestre Soldadinho do Araripe. Esta é primeira Unidade de Conservação (UC) municipal, criada a partir de assinatura de decreto, no último dia 21, no auditório do GeoPark Araripe. O Município, no Cariri cearense, já conta com cinco reservas em âmbito federais - três particulares - e uma estadual. Com isso, cerca de 5.100 hectares da área da encosta da Chapada do Araripe terão proteção integral. Símbolo do Cariri, a espécie está ameaçada de ser extinção em 15 anos.

Antes, apenas 2% da área habitada pelo Soldadinho-do-Araripe recebia proteção integral, no município vizinho de Barbalha. Com a criação do Refúgio, o percentual será elevado para 34%. "É uma conquista para se celebrar. Porém, é 1/3 do trabalho. A gente vai ver como vai aumentar a efetividade em Barbalha e Missão Velha. A ideia é fazer nas esferas estaduais e federais", pontua o biólogo da Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos (Aquasis), Weber Girão, que estuda a ave desde 1996.

O biólogo acrescenta que o desafio é fazer com que a UC funcione e seja efetivada e "não se torne a chamada 'unidades de papel', que fica só na Lei e ninguém respeita". As áreas de proteção integral são mais restritivas que as de uso sustentável, como a Floresta Nacional do Araripe (Flona). Com a assinatura do Decreto, pelo prefeito José Ailton Brasil, o próximo passo é registrar no Cadastro Nacional de Unidades de Conservação e, também estadual. Assim, o local pode, por exemplo, receber compensações sociais e ambientais por obras. Além disso, deverão ser criados o conselho gestor consultivo e o plano de manejo.

A assinatura do Decreto fez parte do I Seminário de Gestão Ambiental Compartilhada para os Governos Locais, que percorreu várias regiões. O titular da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Sema), Artur Bruno, destacou o papel dos municípios na criação de UCs, lembrando que eles podem criar suas próprias reservas municipais, como o Crato. "Nosso objetivo é debater, discutir e tomar iniciativas em relação à gestão ambiental municipal", afirmou.

Segundo o secretário, o Governo do Estado tem dado apoio aos municípios para criarem suas UCs com ferramentas, equipe técnica e recursos. O Refúgio de Vida Silvestre Soldadinho do Araripe foi criado por edital da Sema, que financiou os estudos. "Nós criamos um programa de fortalecimento e criação de UCs. Se algum outro quiser, terá nosso apoio técnico, nossa equipe ajudará para regularizar. É importante a criação de um órgão, como uma secretaria municipal, para fazer o licenciamento, monitoramento e a fiscalização", completou Artur Bruno.

O secretário adjunto de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial de Crato, Duda Teles, destacou que o Município é o primeiro do Ceará a ter sua unidade municipal. "A criação da unidade vai contribuir para proteção e conservação e possibilitar o desenvolvimento econômico e social sustentável", diz.

O Soldadinho
A ave está presente nos territórios de Crato, Barbalha e Missão Velha. No Ceará, existem outras aves restritas, mas isso acontece porque já foram extintas em outros Estados, como periquito-cara-suja, que habita o Maciço do Baturité, mas já habitou o Pernambuco. "O Soldadinho-do-Araripe é, naturalmente restrita ao Ceará, ao Vale do Cariri. Portanto, cabe a nós, da região, a responsabilidade de conservá-lo", afirma Weber.

O biólogo afirma que a espécie é o ser vivo mais ameaçado de extinção global, na Chapada do Araripe, ou seja, nenhuma outra espécie está mais próxima de desaparecer completamente da região que ele. A última espécie de ave extinta do Ceará foi há, aproximadamente, 114 milhões de anos. "É um fardo à sociedade levar à extinção a ave depois de tanto tempo", completa. Weber Girão acredita que para conservá-lo, é preciso cuidar das matas e águas subterrâneas e a Chapada do Araripe é um ambiente de exceção no Semiárido. "É uma ingenuidade achar que estamos cuidando apenas do pássaro. Estamos cuidando da nossa qualidade de vida. O Soldadinho indica se estamos no caminho certo", afirma.

ANTONIO RODRIGUES
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis