P3 Midia

P3 Midia

'Se tiver voto, dá para votar amanhã, mas não tem', diz Maia sobre reforma da Previdência

Após participar de uma reunião no Palácio do Planalto na qual foi discutida uma nova versão para o texto da reforma da Previdência Social, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quarta-feira (8) que, se tivesse voto, daria para votar o pacote de mudanças previdenciárias "amanhã". Com o mapa da tendência de votos em mãos, Maia ressaltou que, neste momento, "não tem voto" para aprovar a reforma.

O presidente da Câmara disse que, apesar das dificuldades enfrentadas pelo governo para atrair votos dentro da própria base aliada para aprovar as alterações nas regras previdenciárias, é "importante que se fique claro" que o Planalto não desistiu de colaborar com a votação da reforma no Legislativo.

"Se tiver voto, dá para votar [a reforma da Previdência] amanhã, mas não tem voto. A PEC já está pronta para o plenário. O problema não é o dia que a gente vai votar, é quando a gente tem as condições para aprovar. Não podemos ter irresponsabilidade de pautar de qualquer jeito e perder", ponderou o deputado do DEM.

Maia conversou com jornalistas ao retornar para a Câmara depois ao final da reunião com Temer e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

A convocação de Maia e Meirelles ao Planalto foi uma reação as idas e vindas protagonizadas pelo governo nesta terça-feira (7) em torno da reforma da Previdência.

Em entrevista ao colunista do G1 e da GloboNews Valdo Cruz, o presidente da República chegou a admitir que, "sozinho", não conseguiria aprovar as alterações previdenciárias.

Ao final do dia, sob o reflexo de declarações dúbias de Temer e de integrantes do palácio, o mercado reagiu negativamente. O dólar subiu, e a bolsa de valores caiu.

Diante do impacto no mercado, Temer divulgou um vídeo na noite desta terça afirmando que tem "toda a energia" voltada para a reforma da Previdência.

Nesta quarta, dia seguinte à divulgação do vídeo no qual o peemedebista disse que está empenhado na negociação do tema, o dólar abriu o dia em queda.

Fonte: G1 

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis