P3 Midia

P3 Midia

TRE pode cancelar 10 mil títulos de eleitores cearenses

Restando pouco mais de 30 dias úteis para os eleitores realizarem o recadastramento de seus títulos nas zonas eleitorais espalhadas por todo o Estado - o prazo final é 19 de dezembro - o número de interessados a procurar os cartórios está reduzindo significativamente. Esse foi o diagnóstico feito pelo diretor do Cartório Eleitoral da 6ª Zona, Marcelo Fontenele. Além de Quixadá, onde está sediada a unidade do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), ele atende também Banabuiú, Choró e Ibaretama.

Pelos cálculos do diretor, com o atendimento médio diário de 160 eleitores até o fim do prazo serão atendidos apenas 5.900 dos quase 18 mil que ainda não compareceram para o recadastramento. O Cartório da 6ª Zona tem capacidade para atender até 320 pessoas por dia. Nesse prazo, havendo interesse do eleitor, 11.840 poderão regularizar a sua situação e não ter aborrecimentos futuros com o cancelamento do título. Mesmo assim, outros 17.700 serão cancelados.

Segundo Fontenele, o município mais prejudicado será Quixadá. Dos 59.486 títulos cadastrados, apenas 67,8% foram atendidos. Com a média atual diária apenas 78,2% do total conseguirão fazer o recadastramento. Outros 12.968 eleitores não poderão ir às urnas. Quadro bem diferente do município vizinho, Banabuiú onde dos 13.270 eleitores registrados no sistema do TRE apenas 18 ainda não compareceram para a revisão eleitoral e o cadastramento biométrico.

Todo eleitor é obrigado a comparecer ao Cartório Eleitoral para o recadastramento, até mesmo quem tem mais de 70 anos. Apenas quem tem alguma dificuldade extrema, como exemplo em decorrência de doença grave, AVC, alzheimer ou acidente de trânsito, poderá solicitar a dispensa, mesmo assim precisará preencher um requerimento especial e encaminhá-lo ao juiz eleitoral para avaliação e deferimento, acrescenta o diretor.

O TRE do Ceará está alertando os eleitores dos municípios que finalizarão a biometria hoje (31) a procurarem os postos de atendimento e evitem o cancelamento dos títulos. Na relação dos municípios estão Cascavel, com 56.782 eleitores; Russas, 55.778; Pindoretama com 18.254; Palhano com 8.532; São Gonçalo do Amarante com 43.569; Santa Quitéria, 35.365; Catunda, 8.807; Hidrolândia com 16.674; Guaraciaba do Norte, 33.758; Croatá, 15.481; Jaguaruana, 28.244; e Itaiçaba com 6.918 eleitores.

Dessa relação, São Gonçalo do Amarante, com o segundo maior número de eleitores, perdendo apenas para Russas, é quem mais preocupa. Segundo a coordenadora de administração do cadastro eleitoral, Lorena Belo, o Município já teve o período de revisão prorrogado uma vez e ainda não alcançou percentual de 63% do eleitorado revisado, mesmo sendo a última semana para regularização. Mora Nova, com mais de 57 mil eleitores é ainda mais grave. Apenas 50% fizeram o recadastramento.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis