P3 Midia

P3 Midia

Número de óbitos por febre chikungunya no Ceará sobe para 117, e casos chegam a 92,7 mil

O número de mortes confirmadas por febre chikungunya no Ceará subiu para 117, informou o mais recente Boletim Semanal Epidemiológico de Arboviroses, divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). No início do mês passado, o Estado havia registrado 87 óbitos, conforme o levantamento.

Conforme as informações do documento, Fortaleza concentra maior parte das mortes pela arbovirose, sendo 89 no total. Já as outras 28 foram registradas nos seguintes municípios: Acopiara (02), Aracati (03), Beberibe (02), Caucaia (05), Itapajé (02), Maracanaú (02), Maranguape (03), Senador Pompeu (02), além de Jaguaretama, Marco, Morada Nova, Pacajus, Trairi, Umirim e Viçosa do Ceará, com um óbito cada. 

Na classificação por sexo, 60 óbitos foram do sexo masculino e 57 do sexo feminino, com idades entre 10 dias e 102 anos. Durante todo este ano, 130.920 casos da doença foram notificados no Estado. Deste total, 92.752 foram confirmados.

Dengue e zika
Até o momento, foram notificados 76.963 casos de dengue no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), correspondendo a uma taxa de incidência no Estado de 858,6 casos por 100 mil habitantes, distribuídos em 183 municípios cearenses. Destes, 22.831 casos foram confirmados pela Sesa.

Ainda conforme o boletim da Secretaria da Saúde, até o momento, 20 casos de dengue grave foram confirmados, dos quais 13 resultaram em óbito nos municípios de Fortaleza (6), Itapajé, Maracanaú (2), Aquiraz, Caucaia, Paracuru e em Tabuleiro do Norte (1).

A zika, por sua vez, já tem 3.264 casos suspeitos neste ano, dos quais 499 deles foram confirmados. Há concentração de 78,0% na faixa etária de 15 a 49 anos e o sexo feminino é predominante em 79,0% das notificações e 36,0% foram em gestantes.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis