P3 Midia

P3 Midia

Número de reprovações no Detran-CE triplica após implantação de fiscalização eletrônica

O índice de reprovação nos exames para retirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) subiu de 14% para 43% no Ceará depois que o Detran passou a adotar o sistema de fiscalização eletrônico, que acompanha o desempenho do candidato e do avaliador.

O sistema começou a ser utilizado em Sobral, em março deste ano. Nos meses seguintes ele foi implantado em outras cidades do interior cearense (Baturité, Tianguá, Tauá, Crateús, Itapipoca, Quixadá, Iguatu, Russas, Limoeiro do Norte, Morada Nova e Juazeiro do Norte) e em junho passou a ser instalado nos veículos utilizados para testes em Fortaleza.

Câmera e captação de áudio
Segundo o Detran, os carros utilizados nos exames práticos são equipados com câmeras e equipamentos de captação de áudio. Além disso, o sistema de telemetria verifica se houve interrupção no funcionamento do motor e se o condutor utilizou corretamente as setas para conversão. Uma câmara com ângulo de 360 graus será fixada na parte superior externa do veículo, acompanhando também a movimentação durante o circuito do exame de prática de direção.

De acordo com o órgão, o aumento no número de reprovações deve ocorrer apenas enquanto o sistema de fiscalização é uma "novidade". "Ainda é uma novidade, e as pessoas estão se adaptando. Mas muitos candidatos já entenderam que é preciso se preparar melhor, e esse índice deve se normalizar novamente. A sociedade vai ter motoristas mais preparados com a melhor preparação para o exame", avalia Paula Enersto Serpa, do Detran.

O Departamento de Trânsito afirmou que sistema de telemetria e videomonitoramento aumenta a transparência e a credibilidade do processo de emissão da CNH. O órgão ressaltou que, apesar dos novos sistemas, a carteira de motorista não deve ficar mais cara, já que não haverá nenhum aumento das taxas pagas pelos candidatos à primeira CNH.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis