Banner P3 728x90

Banner P3 728x90

24 truques para saber se o alimento é fresco ou não

Embalagens bonitas, ofertas atraentes, prateleiras incríveis, tudo nos supermercados tem como objetivo atrair nossa atenção para conseguir, a todo custo, que compremos mais. No entanto, você não deve acreditar em todas as ofertas, já que até mesmo os alimentos mais atraentes podem ser uma enganação.

Preparamos para você uma lista de truques que o ajudarão a selecionar apenas os produtos saborosos e seguros.

Carne
  • Ao selecionar a carne é muito importante prestar atenção à sua cor. A carne em boas condições deve ser vermelha. A de cordeiro também, mas de uma cor mais intensa. A de vitela deve ser rosa e a do porco, rosa pálido.
  • Se a carne for fresca, a qualidade pode ser percebida com o toque. Por isso, a superfície úmida e pegajosa da carne é uma boa razão para evitar a compra do produto. É muito melhor se a carne estiver seca e não grudar nos dedos.

Carne moída
  • A principal característica da carne moída congelada é sua cor. Ela varia do vermelho ao rosa pálido, dependendo da carne. A cor cinza significa que está no balcão há tempos e as manchas escuras, que durante a preparação não usaram carnes tão frescas.
  • No caso da carne congelada, primeiro verifique se está saindo algum suco. Caso contrário, o produto é composto principalmente de tendões e cartilagens e não vale a pena pagar por isso. É melhor comprar a carne moída com suco vermelho, claro, que mostra que está realmente fresca. Ou, se possível, pedir para moer na hora.

Frango
  • Já escrevemos sobre a cor que o frango deve ter. No entanto, mesmo a ave da cor "certa" (rosa) pode ser perigosa para a saúde. Para ter certeza de seu frescor, toque o frango para conferir: a pele deve estar limpa e seca.
  • Lembre-se de que até mesmo um frango fresco pode ser insípido e duro, simplesmente porque é muito velho. Nesses casos, a pele da ave é gordurosa e amarelada. O frango jovem e macio apresenta um aspecto pálido, com escamas visíveis nas pernas.

Embutidos
Às vezes, na mercearia, você pode encontra embutidos com um revestimento da cor branca, como se estivessem sido polvilhados com farinha. Na verdade, não há nada de errado nisso: por si só, essa capa é inofensiva e é simplesmente eliminada. No entanto, se a superfície do embutido também for pegajosa, então você não deve comprá-lo em nenhuma circunstância.

Leite
  • Se o leite é vendido em frascos de vidro, determinar sua qualidade é muito fácil, até mesmo antes de comprá-lo. O leite de qualidade deve ser grosso, da cor branca. Se for observado um tom azulado, saiba que foi diluído em água.
  • Uma outra maneira de verificar sua qualidade é deixar cair uma gota sobre uma superfície plana. Se o leite for natural, não desnatado, a gota praticamente não mudará sua forma e não se espalhará.

Legumes, frutas e bagas congelados
  • Primeiro, verifique a temperatura do mostrador do freezer: você pode vê-lo na tela da geladeira ou em um termômetro em seu interior. Se estiver acima de 18 graus negativos, evite a compra.
  • É possível verificar se os produtos foram descongelados durante o transporte, apenas olhando a embalagem. Se notou traços de formação de gelo ou inchaço, deixe-os de lado.

Pão
O pão bem assado feito de farinha de alta qualidade recupera seu formato facilmente. Tente pressioná-lo e veja se a deformação permanece. Se assim for, o pão foi feito com produtos de má qualidade.

Macarrão
A massa de qualidade feita de trigo duro se diferencia por sua cor dourada ou âmbar. Mas o macarrão muito barato, que se destaca por sua cor branca ou amarela artificial, deve ser evitado.

Arroz
O arroz quebrado é considerado um desperdício da produção, mas às vezes acaba sendo vendido como o comum. Portanto, você deve olhar bem para a embalagem: se vir muitos grãos cortados, pense se vale a pena comprar o produto.

Ovos
  • Para não se confundir ao escolher ovos, traga um deles para uma fonte de luz e dê uma olhada. Se vir manchas escuras em seu interior, o ovo já está danificado e não deve comê-lo.
  • Você pode determinar o frescor dos ovos se agitar um. Se houver muito movimento por dentro, significa que a clara já se tornou aquosa. Você ainda pode comer este ovo, mas é melhor se apressar.

Café
  • Ao comprar café em grãos, experimente mastigando um deles. Deve ser fácil de quebrar, mas seu interior deve estar seco e firme. Se for macio, só podem ser grãos de baixa qualidade.
  • A qualidade do café moído pode ser avaliada pelo seu aroma: deve ser exatamente o mesmo que a dos grãos da mesma variedade. Se o cheiro não parecer natural e for muito forte, é provável que tenham adicionado galhos da própria planta do café ou outros corpos estranhos.
  • Finalmente, o café instantâneo pode ser verificado empiricamente. Despeje 1 xícara do produto em um copo de água fria e espere: o pó de qualidade deve se dissolver sem nem sequer ser preciso mexer o líquido com a colher e certamente não deixará nenhum resíduo.
  • Uma boa dica é verificar se o café possui o selo de segurança da Associação Brasileira das Indústrias de Café.

Açúcar
O açúcar absorve facilmente a umidade e, com o armazenamento inadequado, pode simplesmente ficar úmido. Para verificar isso, simplesmente agite bem o recipiente. O açúcar deve se mover facilmente e não formar bolotas pegajosas.

Óleo
Se observar resíduos na garrafa, não compre o produto. Esse detalhe indica que o óleo pode estar oxidado e pode apresentar um sabor amargo.

Manteiga
  • A manteiga natural sem aditivos tem muita gordura: pelo menos 72,5%. Se a porcentagem for inferior, o fabricante tem de adicionar substâncias como intensificadores de sabor, corantes alimentares e emulsionantes.
  • Embora contenha muita gordura, a manteiga não deixa nenhum vestígio na folha de papel alumínio ou em qualquer outro tipo de embalagem. Se ao abrir a embalagem você perceber manchas brancas nela, será difícil chamar essa manteiga de natural.
  • A cor da manteiga autêntica não é branco puro, mas sim amarelo claro. Qualquer outro tom indica uma composição incorreta e baixa qualidade ou que possui um grande número de corantes alimentares.

Fonte: Incrível

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis