P3 Midia

P3 Midia

Você vai ficar chocado! 8 produtos naturais que não são tão bons quanto parecem

Adoramos dicas de beleza. Mais ainda quando produtos que podem ser encontrados em nossa geladeira são úteis para este fim. Mas é preciso lembrar que o fato de serem naturais não quer dizer necessariamente que sejam inofensivos.

Confira abaixo uma lista com 8 produtos naturais que podem não ser tão benéficos quanto acreditávamos.

1. Gelo
Como você já deve saber, os extremos quase sempre são prejudiciais. Especialistas asseguram que não devemos abusar nem do calor nem do frio, e que não há comprovação de que o gelo deixe a pele mais saudável e sedosa. Aplicar gelo na pele por muito tempo irrita o tecido e minimiza o efeito de outros produtos. Para obter uma pele perfeita, comece lavando o rosto com água morna e termina com água à temperatura ambiente.

2. Azeite
O azeite é um aliado no prolongamento da juventude e da saúde. No entanto, seu uso na pele e nos cabelos pode ter consequências indesejadas. Dermatologistas advertem sobre os riscos de sua aplicação no cabelo, já que os fios podem ficar oleosos em excesso, devido à dificuldade de eliminar o produto no banho. Na pele, também pode trazer complicações, aumentando a oleosidade e a tendência à acne.

3. Aloe Vera
Em que pesem suas propriedades benéficas, o uso equivocado do aloe vera pode gerar efeitos contrários. De acordo com especialistas, se não utilizarmos o vegetal de forma controlada, acabamos desencadeando ou piorando a acne na pele. Segundo esses profissionais, se a planta não estiver limpa o suficiente, pode ser prejudicial. Assim, eles recomendam que a polpa não seja aplicada diretamente sobre a pele, e sim diluída previamente em água.

4. Cítricos
Aplicar limão diretamente na pele não apenas pode uniformizar a tonalidade e eliminar manchas, mas pode trazer efeitos que queremos evitar. Seu uso sem diluição prévia pode irritar a pele e gerar novas manchas, caso a pessoa se exponha ao sol logo após a aplicação. Por isso, é melhor usá-lo diluído em água, à noite e usando um algodão para aplicá-lo.

5. Sal
O sal pode ser um excelente esfoliante natural, mas, embora pareça inofensivo, é um produto muito abrasivo para nossa pele. Ficou comprovado que, ao esfoliar a pele com sal, surgem lesões minúsculas que podem levar a irritações e infecções. Especialistas recomendam que, em vez do sal, você faça esfoliação com pó de café.

6. Óleo de rosa mosqueta
O óleo de rosa mosqueta possui propriedades cicatrizantes e regenerativas. Por isso, há quem o utilize equivocadamente para tentar eliminar marcas de acne. Só que o uso do produto em peles oleosas, que costumam sofrer com as espinhas, pode levar a um efeito contrário, piorando o problema. Por isso, profissionais recomendam tratar marcas residuais de acne com óleo de jojoba e produtos com vitamina C.

7. Tomate
Segundo dermatologistas, os tratamentos que sugerem esfregar um tomate no rosto podem trazer resultados indesejados. O tomate tem alto nível de acidez e pode causar uma reação agressiva na pele. Para aproveitar suas propriedades, devemos sempre misturá-lo a produtos que reduzem sua acidez, como iogurte, por exemplo.

8. Óleo de amêndoas
Este óleo é reconhecido por ser bom "para tudo": eliminar estrias, hidratar a pele, reparar o cabelo, etc. Apesar disso, especialistas afirmam que nem todos os óleos são igualmente benéficos para todo tipo de pele e de problemas. O óleo de amêndoas, por exemplo, deve ser evitado por quem tem pele oleosa ou delicada. Do contrário, em vez de resolver o problema, pode piorá-lo ou fazer com que outros apareçam.

Fonte: Incrível

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis