P3 Midia

P3 Midia

Lavras da Mangabeira (CE): “Demônio” mata bebê de 10 meses com requintes de crueldade

A Polícia Militar deste Município prendeu na noite desta sexta-feira (26) um homem acusado de assassinar, com requintes de crueldade, uma bebê de apenas dez meses de idade. O crime chocou a pequena cidade de 32 mil habitantes.

De acordo com os policiais, o servente de pedreiro Iarley Mendonça de Souza, de 32 anos, conhecido popularmente como “Demônio”, teria assassinado sua enteada, a pequena Gabriela Aparecida Duarte da Silva, após discutir a com a mãe da criança.

Ele teria espancado a criança, quebrado seus dedos, jogado-a contra a parede algumas vezes, além de morder parte do corpo da bebê. A pequena Gabriela ainda chegou a ser socorrida mas não resistiu. Populares que presenciam a barbárie afirmaram, à Polícia, que “ele parecia estar chutando uma boneca”.

Após o crime, a população cercou a casa do “Demônio” e tentou linchá-lo. Por medida de segurança, após ser preso, o suspeito foi transferido para Delegacia Regional de Iguatu, na região Centro-Sul. Iarley , que é natural de Cajazeiras (PB), está sob escolta policial.

O suspeito estava se envolvendo com a mãe da criança, que é deficiente visual, há cerca de três meses. O pai biológico de Gabriela, Fabrício da Silva, confessou que já estava sendo ameaçado por Iarley há “mais de dois meses”.

Em depoimento, Iarley confessou o crime. Segundo contou, quando criança, sua mãe costuma lhe “bater repetidas vezes”. Ainda conforme o suspeito, no momento em que estava discutindo com sua companheira, ele teria “recordado o passado”, surtou, e matou a criança. A polícia disse que Iarley não esboçou arrependimento.

ANDRÉ COSTA
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis