P3 Midia

P3 Midia

Crato (CE): SAAEC realiza ação socioambiental com crianças e lança bombas de semente na Chapada do Araripe

Crianças da comunidade Vila Nova, no bairro Grangeiro, tiveram momentos repletos de aprendizado e lazer na manhã do último sábado, 29. A Sociedade Anônima de Água e Esgoto do Crato (SAAEC), através do Programa de Educação Hidroambiental, promoveu uma caminhada com lançamento de bombas de sementes produzidas pelas próprias crianças na última semana. A ação contou com a presença do presidente da SAAEC, Yarley Brito, e depois do café da manhã na capelinha da comunidade, as 1.500 bombas de sementes foram lançadas pelas crianças em torno da comunidade Vila Nova e ao pé do Rio Granjeiro.  

Sementes de romã brava, maracujá-peroba, ipê-roxo, mucunã e jatobá foram usadas nas oficinas realizadas na comunidade Vila Nova e Novo Horizonte. Dona Maria, moradora e liderança na Vila Novo Horizonte aprendeu a técnica e com o auxílio da equipe da SAAEC ensinou para diversas crianças da comunidade.

Para a consultora do Núcleo de Educação Hidroambiental da SAAEC, Cristina Diogo, “o grande desafio é produzir as bombas de sementes e lançá-las no próprio entorno, para que a comunidade possa estar monitorando o processo de crescimento e de explosão das bombinhas’’. Para ela, é de fundamental importância que a sociedade cratense se conscientize quanto ao momento crítico pelo qual a Chapada do Araripe passa com o número crescente de incêndios e desmatamentos. Ela também chama a atenção da população para o Soldadinho do Araripe, ave nativa da Chapada do Araripe, que corre risco de extinção caso não haja reflorestamento.

A SAAEC monitora os resultados de ações como esta com a marcação, através de GPS, das localidades que receberam bombas de sementes. Quando a próxima chuva banhar a cidade, as bombas de semente começarão a “explodir” (germinar).

O Núcleo de Educação Hidroambiental da SAAEC realiza semanalmente duas oficinas nas escolas municipais da rede pública ensinando sobre conscientização ambiental e produzindo bombas de semente. Cada bomba é composta por 80% de barro, 20% de esterco e água em tamanho ideal para que se crie uma textura pastosa. Depois de pronta a “massa”, uma semente é depositada em seu interior e em formato de bola a bomba é colocada para secar. A secagem dura cerca de dois dias quando há sol e de 3 a 4 dias na sombra.

Empresas e instituições interessadas em levar a oficina de formação para criação de bombas de sementes para seus funcionários e/ou alunos devem entrar em contato com a SAAEC para marcação.

A SAAEC também lançou do dia da água, 22 de março, 10 mil bombas de semente na Chapada do Araripe. O próximo lançamento está programado para o dia 22 de maio, quando é comemorado o Dia Internacional da Biodiversidade. Mais informações serão divulgadas em breve.  

Assessoria de Imprensa/PMC

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis