Banner P3 728x90

Banner P3 728x90

Você sabia que o Facebook te vigia até quando você não está online? Saiba como se proteger

Não é segredo para ninguém que o Facebook reúne uma grande quantidade de informações sobre os usuários, incluindo posts eliminados e não finalizados, assim como dados sobre as atividades do usuário na Internet, fora da rede social.

Porém, há algo que muitos não sabem: o Facebook não vigia apenas quem usa a página, mas também quem sequer tem um perfil criado na rede.

Descobrimos porque isso acontece e o que devemos fazer para evitar que o "Grande Irmão" nos acompanhe o tempo todo.

Para que ele nos vigiam?
Em primeiro lugar, para criar uma publicidade eficiente, que só será exibida para os usuários cujas características se encaixam com as necessidades do anunciante. Este tipo de propaganda se baseia em seu público-alvo, ou seja, está direcionado a um grupo de pessoas com determinado interesse. Acompanhar a atividade de outra pessoa na Internet permite que a empresa tire conclusões sobre suas preferências, para mostrar anúncios com a maior chance de despertar interesse.

Então, se você vive postando fotos de seu bebê e falando de crianças, por exemplo, é bem provável que receba uma quantidade maior de promoções de fraudas, carrinhos de bebê, brinquedos, etc. O mesmo raciocínio vale para qualquer tipo de gosto. Publicou um post sobre a aula de inglês? É possível que receba propaganda de cursos de idiomas.

É basicamente dessa forma que o Facebook ganha dinheiro: oferecendo anúncios personalizados a milhões de empresas de um lado e consumidores do outro.

O que eles sabem sobre nós?
Muito mais do que podemos pensar, incluindo coisas que nem sequer mencionamos em nosso perfil. Por exemplo, as configurações de publicidade, endereço e número de telefone, o grau de instrução, renda, gastos, as características da sua casa e o ano em que ela foi construída. Estas informações podem ser coletadas por meio de nossa atividade fora do Facebook e também daquilo que nossos amigos publicam na rede social. Além disso, ainda que você apagasse sua conta no Facebook, a base de dados sobre você continuaria lá: e ficará por lá basicamente para sempre.

O Facebook acompanha até quem não tem perfil
Segundo a pesquisa publicada pela Agência Belga de Proteção de Dados, a empresa acompanha as páginas visitadas por internautas, até mesmo por aqueles que não estão conectados aos seus perfis no Facebook, por quem já teve conta na rede, mas apagou e também por quem nunca se cadastrou.

Como isso é possível? Estudiosos afirmam que o Facebook rastreia toda nossa atividade no navegador e usando cookies em nosso computador. Isso acontece quando acessamos algum site de determinada empresa ou de um fã-clube de uma celebridade, por exemplo. E isso pode ser feito até se o usuário não tiver conta na rede social.

Em outras página, a “espionagem“ acontece através de plugins sociais, como o botão de ”Curtir": quase todos os sites populares contam com ele. Mas isso não é tudo. Segundo a pesquisa, a vigilância é feita mesmo quando você não interage com nenhuma das ferramentas do Facebook.

Como podemos nos proteger?
Se você for usuário do Facebook, estas dicas da especialista em coleta de dados Vicky Boykis serão de muita utilidade:
  • Tente não publicar muita informação pessoal.
  • Não publique fotos dos seus filhos, especialmente se eles ainda forem menores de idade. Não se esqueça: você é responsável por eles e, por mais que os ame, ao publicar fotos, você pode expor seus pequenos desnecessariamente.
  • Saia do seu perfil na rede social quando terminar de utilizá-la. Também é bom usar navegadores separados para o Facebook e as demais páginas.
  • Use bloqueadores de publicidade.
  • Não instale o Facebook Messenger em seu celular. Prefira a versão no computador.

Estas orientações do site especializado Business Insider também são muito úteis para você, internauta, ainda que não seja usuário de redes sociais:
  • Nos dispositivos iPhone ou iPad, escolha a opção “Ajustes“ > ”Privacidade“ > “Publicidade”, e depois habilite a opção ”Limitar Publicidade Rastreada“.
  • Nos dispositivos Android, escolha ”Configuração Google" > “Anúncios” e desabilite a função “Personalização de anúncios“.
  • No navegador Chrome (ou qualquer outro que você usar, pois as configurações são parecidas), abra o menu de Configurações, vá a ”Privacidade” e habilite a opção “Enviar uma solicitação ’Não rastrear’ com seu tráfego de navegação”.

Não existe atualmente lei que obrigue todas as empresas e organizações do mundo a seguir normas de respeito à privacidade dos usuários. No entanto, o Facebook e algumas outras companhias firmaram um acordo que estabelece o respeito ao desejo dos internautas que não querem estar sob vigilância desabilitando alguns comandos. Mantenha-se informado para evitar essa vigilância desnecessária.

Fonte: Incrível

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis