P3 Midia

P3 Midia

Barbalha (CE): Quase 11 milhões de reais são anunciados em favor dos hospitais do município

Na manhã desta sexta-feira (31), foi realizada uma caminhada pacifica pela saúde financeira dos hospitais Santo Antônio, Coração do Cariri e São Vicente de Paulo, que começou em frente ao Hospital do Coração do Cariri, à Rua Zuca Sampaio, no Bairro Santo Antônio, aonde se deu as primeiras manifestações de apoio a causa nobre de continuar salvando vidas e evitar a suspensão dos serviços prestados pelos hospitais: Cardiologia no Hospital do Coração do Cariri do Complexo Hospitalar Santo Antônio e, Oncologia do Complexo Hospitalar São Vicente de Paulo.

Antes do início da caminhada os diretores dos hospitais, profissionais de saúde e o povo, unidos na fé e na oração rezando um Pai Nosso, pediram à Deus, que, o governo brasileiro através do Ministro da Saúde se sensibilize pela causa tão nobre de salvar vidas de pessoas tão sofridas com problemas cardiológicos e oncológicos, que, haja uma rápida solução pelo ministério na liberação dos recursos para cobrir débitos dos procedimentos acima do teto de cada unidade hospitalar. No montante o valor é da ordem de R$ 14 milhões.

Para iniciar a caminhada o padre José Maria, proferiu a benção em nome de Jesus. Deixando a frente do Hospital do Coração do Cariri, a caminhada adentrou para a Avenida Paulo Maurício seguindo até o Hospital Maternidade São Vicente de Paulo, ao longo do percurso houve várias intervenções verbais pelos dois locutores Antônio Ernanes de Freitas pelo Complexo São Vicente de Paulo e Egberto Santos pelo Complexo Santo Antônio, com outras participações de diretores dos hospitais.

Com faixas, cartazes e apitaço a caminhada chegou ao Hospital São Vicente de Paulo com milhares de pessoas de Barbalha, Juazeiro do Norte, Crato, Jardim e Missão Velha. É importante ressaltar que também houve a participação de vários segmentos da sociedade, vereadores, entidades de classe e profissionais liberais de várias categoria, todos unidos pela luta dos hospitais de Barbalha permanecerem trabalhando, atuando e realizando seus procedimentos na saúde que atende pessoas de 45 municípios cearenses, bem como uma demanda de pacientes que vem dos vizinhos estados como Pernambuco, Paraíba, Piauí e outros mais distante da Região Nordeste.

Diante uma multidão apreensiva, sobre a real situação dos hospitais, as reuniões e viagens a Brasília, falaram: Argemiro Sampaio Neto – Prefeito Municipal, Irmã Rosamaria – diretora executiva do Hospital Maternidade São Vicente de Paulo, Dr. Guilherme Correia – diretor do Hospital Santo Antônio, Antônio Ernanes de Freitas – diretor administrativo do Hospital São Vicente de Paulo, e quase ao final do tempo dos oradores chegou o senador Eunício Oliveira – presidente do Senado Federal.

Eunício Oliveira, se pronunciou e disse que “pediu ao governo brasileiro autorização para vir a Barbalha, sem fazer qualquer comunicado oficial, e que foi grande surpresa ver grande manifestação popular em defesa dos hospitais de Barbalha permanecerem em pleno funcionamento, e a boa notícia, é que, o Ministério da Saúde já liberou o valor de quase R$ 11 milhões para o Hospital São Vicente de Paulo com os serviços de Oncologia, e Hospital do Coração do Cariri com os serviços cardiológicos.

O senador Eunício Oliveira, leu mensagem via WhatsApp enviada pelo Ministro da Saúde, confirmando a liberação de quase R$ 11 milhões para os hospitais de Barbalha, cujos valores destinados são de R$ 10.472.000,00 para o setor de oncologia, e R$ 519.000,00 mil para a cardiologia. Disse Eunício, que esses valores  que estão sendo liberados já consta de uma portaria no Ministério da Saúde, agora é aguardar apenas os tramites legais para a liberação do dinheiro cair na conta dos hospitais, são recursos para pagar os passivos acumulados durante os anos, mas, que ainda não é suficiente para que os hospitais permaneçam funcionando plenamente. O senador disse ainda, ser necessário continuar a luta para que o teto do repasse do governo federal aos hospitais seja revisto, para garantir uma melhor condição e garantia do atendimento nas área de cardiologia e oncologia.

É importante ressaltar que, o débito do SUS extra teto com o Hospital do Coração do Cariri, é da ordem de R$ 4 milhões, e o Ministério da Saúde liberou apenas, R$ 519.000,00 conforme as informações advindas de Brasília, ou seja, um sedativo para aliviar a dor do coração do Hospital do Coração do Cariri que vai permanecer na UTI financeiramente.

A caminhada contou com apoio da Polícia Militar e também do Demutran fazendo a segurança pública e ordem no tráfego de veículos.

SILVA NETO
REPORTAGEM E FOTO

Fonte: Diário do Cariri

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis