P3 Midia

P3 Midia

Depois de 27 anos, finalmente um padre cearense foi nomeado bispo

O pároco e cura da Catedral de Nossa Senhora da Penha, na Diocese de Crato, no Cariri cearense, Francisco Edimilson Neves Ferreira, 47, vai assumir a Diocese de Tianguá, na Serra da Ibiapaba. O sacerdote foi nomeado bispo pelo papa Francisco.

O anúncio da nomeação foi feito no último dia 15, pelo bispo da diocese do Crato, dom Gilberto Pastana e obteve ampla repercussão entre os bispos, padres e católicos, em particular das cidades de Crato e Tianguá. Os católicos de Tianguá aguardam com expectativa a posse do novo bispo. Será em maio próximo, mas ainda não há data definida.

Francisco Edimilson Neves Pereira vai substituir o bispo dom Francisco Javier Hernandez Arnedo, 76, que renunciou ao cargo há quase um ano por atingir a idade limite de 75 anos. Segundo o Direito Canônico é obrigatória nessa idade a renúncia. Dom Javier Hernandez, desde a renúncia, assumiu a função de administrador apostólico até a chegada no novo bispo. O bispado dele teve 25 anos de duração. Dom Javier Arnedo é espanhol de Navarra, mas já anunciou que vai continuar morando na Ibiapaba, provavelmente na cidade de Guaraciaba do Norte.

O anúncio da nomeação do padre Francisco Edimilson Neves Ferreira foi recebido pelo clero cearense com muito entusiasmo, pois há mais de 20 anos que não era consagrado ou indicado um sacerdote do Ceará na função episcopal. Nos últimos anos, o Vaticano optou por indicar bispos de outros Estados ou de outros países.

Desta vez, a Nunciatura Apostólica atendeu ao apelo do clero cearense. "Depois de muitos anos é o primeiro cearense nomeado bispo e estamos todos muitos felizes", disse o bispo da Diocese de Limoeiro do Norte, dom José Haring. O último havia sido dom José Doth, em 1990, que na época assumiu a função de bispo coadjutor da Diocese de Iguatu.

O sentimento de alegria também invade o coração da comunidade católica de Tianguá, a julgar pelas palavras do chanceler da Diocese de Tianguá, César Augusto da Rocha. "Estamos na expectativa há quase um ano da nomeação do bispo e que bom veio do Ceará, pois conhece a nossa realidade. Esperamos que dê continuidade ao trabalho de dom Javier Arnedo". Um desses projetos é a Faculdade Católica da Ibiapaba, que está começando neste mês com dois cursos: Teologia e Administração.

A aposentada Francisca Oliveira lembra que, no município, há um forte fervor religioso. "A nossa padroeira é Senhora Sant'Ana, mas temos forte devoção por São Francisco e São José e esperamos que o novo bispo acenda ainda mais a chama de fé no povo, ampliando os serviços sociais, missionário e de catequese na nossa Igreja", disse.

O futuro bispo já tem o lema episcopal: "O zelo por Tua casa me consome". Após a nomeação, passou a ser chamado monsenhor e poderá usar cruz peitoral e solidéu. "O sentimento que me invade o coração é de gratidão a Deus, que me escolhe e me envia", frisou o sacerdote Edmilson Neves, em entrevista no Crato. "Vou pautar minha caminhada episcopal baseada na valorização de cada pessoa, reconhecendo em cada uma o rosto de Deus", disse.

Para o padre Edimilson Neves, a nomeação foi uma surpresa e, no primeiro momento, o deixou sem palavras, mediante o desafio da função episcopal. "Superamos quando colocamos a confiança no Senhor", frisou.

Francisco Edimilson Neves Ferreira nasceu em 3 de outubro de 1969, em Jardim, no Cariri . Ingressou no seminário em Crato e cursou Filosofia e Teologia no Seminário Regional da Prainha, em Fortaleza. O sacerdote é licenciado em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará (Uece). A ordenação presbiteral foi em dezembro de 1997. Entre as atividades desenvolvidas na caminhada sacerdotal de padre Francisco Edimilson estão os serviços de pároco, professor, diretor espiritual no Seminário Diocesano São José em Crato. Também foi coordenador diocesano de Pastoral por 14 anos e gerente executivo da Fundação Padre Ibiapina. É membro do Instituto Cultural do Cariri, cadeira Monsenhor Rubens Lóssio.

A Sagração Episcopal do monsenhor Francisco Edimilson Neves Ferreira, recém-nomeado bispo da Diocese de Tianguá, deve acontecer às 17h, do sábado, dia 22 de abril, na Catedral Nossa Senhora da Penha, igreja mãe da Diocese de Crato.

A celebração terá como sagrante o bispo emérito da Diocese de Crato, dom Fernando Panico. Dom Gilberto Pastana de Oliveira e dom Francisco Javier Hernandez Arnedo serão os consagrantes principais.

HONÓRIO BARBOSA
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis