P3 Midia

P3 Midia

Filhotes de onça são encontrados na Chapada do Araripe; um é capturado com vida

Um filhote de uma onça suçuarana foi capturado nesta terça-feira, dia 11, pelo Batalhão de Policia de Meio Ambiente (BPMA), nas proximidades da Floresta Nacional do Araripe, que fica na divisa entre os estados do Ceará e Pernambuco. Moradores acionarem os agentes de segurança após encontrarem dois filhotes bastante debilitados devido escassez de comida e água. Quanto os militares chegaram ao local, um deles já havia morrido.

A onça sobrevivente foi levada pelos policiais para a cidade de Juazeiro do Norte, onde recebeu atendimentos veterinários. A onça foi entregue, na tarde desta quarta-feira (11), para biólogos do Centro de Reabilitação de Grandes Felinos, da Agência Estadual do Meio Ambiente do estado do Pernambuco. Após receber os cuidados necessários, o filhote será devolvido ao seu habitat natural.

A onça suçuarana figura na lista oficial do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) de espécies ameaçadas de extinção.

Onça Suçuarana
A onça suçuarana, também conhecida como puma ou onça-parda, é o segundo maior felídeo das Américas, ponde atingir até 155 cm de comprimento, sem a cauda, e pesar mais de 72 kg. Eles também possuem as mais longas patas traseiras dentre os felinos.

Seu nome decorre da sua tonalidade. Possui coloração variando do cinzento ao marrom-avermelhado, com a ponta da cauda de cor preta, áreas laterais do focinho e ventre de cor brancas. Os filhotes nascem com manchas escuras na pelagem, que geralmente persistem até 14 semanas de idade. Essa espécie vive em média, entre 7,5 e 9 anos de idade, e se alimentam predominantemente de cervídeos.

ANDRÉ COSTA
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis